terça-feira, 27 de julho de 2021

ABC e América vencem no final de semana pela Série D!


A partida da tarde deste sábado no Frasqueirão serviu para comprovar duas grandes máximas do futebol: "tabus existem para serem quebrados" e "quem não faz, leva". A vitória por 2 a 0 do ABC de Natal contra o Campinense foi a primeira da equipe da casa contra os paraibanos desde que o Estádio foi inaugurado, em 2006.

Os gols da vitória, marcados por Valderrama (com um golaço) e Patrick (contra), surgiram após, assim como no confronto da última rodada, o Rubro-Negro paraibano ter criado boas oportunidades, mas não as converter em gol. O ABC soma 18 pontos e se isola na liderença.


Com um primeiro tempo de poucas emoções, o América-RN guardou as ofensivas certeiras para a segunda etapa diante do Sousa. Com dois golaços, de Erick Varão e Alvinho, o Dragão venceu novamente o Dinossauro, por 2 a 0, dessa vez no Marizão. 

O Sousa criou pouco, e viu o América-RN se sair melhor nos arremates de longa distância. Bom para o Dragão, que foi a 14 pontos e saltou para o segundo lugar do Grupo 3, da Série D. Já o Sousa se saiu mal da partida: segue com 11 pontos e caiu para quinto lugar - fora da zona de classificação.

Por GE RN Foto: Andrei Torres / ABC

Hamilton e Mercedes investem R$ 142 mi em projetos por inclusão racial


Engajados na promoção de inclusão e no combate ao racismo na Fórmula 1, a Mercedes e o heptacampeão Lewis Hamilton deram mais um passo no objetivo de trazer mais diversidade para o esporte. A equipe deu início ao projeto Ignite, enquanto o piloto anunciou o lançamento da instituição Mission 44, iniciativas que pretendem trabalhar para a capacitação de pessoas negras e racializadas em cargos científicos e tecnológicos no esporte a motor.

Experimentei em primeira mão como vir de uma origem pouco representada pode afetar seu futuro, mas felizmente consegui superar essas dificuldades por meio de oportunidades e apoio. Quero garantir que outros jovens de origens semelhantes sejam capazes de fazer o mesmo - disse o piloto da Mercedes.

Os dois projetos foram desenvolvidos de forma individual por piloto e equipe, porém, trabalharão em conjunto dentro do programa Accelerate 25, criado pela Mercedes para aumentar, até 2025, a taxa de funcionários racializados de 3% para 25%. Para o financiamento das iniciativas, a equipe e o piloto criaramm um fundo de investimento inicial de 20 milhões de libras, ou R$ 142 milhões de reais.

O projeto Ignite atuará no desenvolvimento de programas educacionais, oportunidades de ensino e trabalho e suporte financeiro para estudantes e pessoas negras ou de minorias raciais que desejam trabalhar no automobilismo.

- Estamos empenhados em causar um impacto positivo na sociedade e construir uma plataforma a partir da qual as gerações futuras possam acessar e desfrutar nosso esporte fantástico. Esperamos ver muito mais talentos de grupos sub-representados se juntarem à nossa equipe e na indústria do automobilismo em geral - comemorou Toto Wolff, chefe da Mercedes.

Por GE Foto: Reuters

Italo Ferreira conquista primeiro ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio


A vontade era tanta que, logo na primeira onda, a prancha quebrou. Foram pouco mais de dois minutos até que Italo Ferreira nadasse à areia para recomeçar. O que parecia um mau presságio, porém, não passou de um leve percalço. 

No mar revolto de Tsurigasaki, o surfista brasileiro enfileirou manobras e garantiu o primeiro ouro da história do surfe em Olimpíadas. O primeiro do Brasil em Tóquio. 

Diante do japonês Kanoa Igarashi, que eliminou Gabriel Medina na semifinal, o potiguar entrou para o rol de heróis olímpicos do país.

Italo, agora, chega a um feito e tanto. Campeão mundial de surfe em 2019, o potiguar de Baía Formosa agora também soma o título olímpico.

Por GE RN Foto: André Durão

A Fadinha do Brasil encanta e conquista a Prata nos jogos Olímpicos!


A maranhese Rayssa Leal, a Fadinha, de 13 anos voou alto nas Olimpíadas de Tóquio para conquistar a medalha de Prata para o Brasil na categoria Street nesta segunda feira dia 26. Com apenas 13 anos a atleta se tornou a brasileira mais jovem a conquistar uma medalha olímpica.

Com o país inteiro torcendo de suas casas ou da Vila Olímpica, a Fadinha conseguiu um feito ainda maior com a nota de 14,64. Com o resultado, Rayssa se tornou a sétima medalhista mais jovem da história das Olimpíadas e um fenômeno ainda maior nas redes socias.

Por Lancesportivo1 Foto Divulgação

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Brasil leva susto, mas vence Alemanha com hat-trick de Richarlison


A trajetória brasileira no futebol masculino começou com vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. A seleção verde e amarela derrotou a Alemanha por 4 a 2, na manhã desta quinta-feira, 22, no estádio de Yokohama, no Japão. Os gols foram anotados por Richarlison 3x e Paulino.

Além das duas seleções, o Grupo D da competição ainda conta com as presenças de Costa do Marfim e Arábia Saudita e Costa do Marfim. Também na manhã desta quinta-feira, os elefantes levaram a melhor sobre os árabes por 2 a 1, e ocupam a segunda posição da classificação.

Com a liderança momentânea do grupo, O Brasil volta a campo neste domingo, 25, às 5h30 (horário de Brasília) contra os marfinenses.

Da Redação BandSports Reprodução/Twitter CBF

Na estreia do futebol masculino em Tóquio, Brasil revive rivalidade com Alemanha


Em pleno estádio do Maracanã, há cinco anos, a seleção brasileira masculina de futebol alcançou o único objetivo que lhe faltava e conquistou o tão sonhado ouro olímpico. Nesta quinta-feira, às 8h30 (horário de Brasília), com transmissão do Bandsports, o time canarinho reencontra a adversária daquele dia, a Alemanha, em sua estreia na Tóquio-2020, no estádio Internacional de Yokohama.

Além da final olímpica no Rio de Janeiro, as duas seleções já fizeram história em outras oportunidades. Em 2002, os brasileiros derrotaram a equipe bávara por 2 a 0 na final da Copa do Mundo, em partida disputada no mesmo palco de amanhã.

Pouco mais de 12 anos depois do triunfo, a história se inverteu e foi a vez do Brasil cair em lagrimas. Na semifinal do Mundial de 2014, os alemães aplicaram o inesquecível 7 a 1, e saíram vitoriosos do estádio do Mineirão.

Na história do evento, o Brasil é o país que mais figurou no pódio do futebol e o que mais venceu partidas. Com 34 vitórias em 13 participações, o país soma um ouro, três pratas e dois bronzes.

A convocação feita pelo técnico Jardine conta com 10 nomes que atuam no futebol brasileiro e 12 no exterior. Por conta do adiamento dos Jogos no ano passado, esta edição do torneio acontece com jogadores sub-24 e não sub-23, além, é claro, de três atletas acima da faixa etária permitida.

Da Redação BandSports Reprodução/Instagram CBF

quarta-feira, 21 de julho de 2021

"Aqui não tem vaidade", diz Marta após abrir mão de cobrar pênalti


A goleada da Seleção Brasileira sobre a China serviu para empolgar o torcedor que acordou cedo nesta quarta-feira, 21. Além dos dois gols da Rainha Marta e show de Beatriz Zaneratto, a estreia canarinho nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mostrou que o grupo comandado pela técnica Pia Sundhage está unido em um só objetivo: conquistar a medalha de ouro.

A prova desta harmonia ficou nítida aos 37 minutos do segundo tempo. Já com a vitória bem encaminhada, Andressa Alves foi derrubada dentro da área e a arbitragem assinalou pênalti. Cobradora oficial do time e já com dois gols na partida, a capitã Marta mostrou liderança, abriu mão de um possível hat-trick e deixou a bola para a jogadora da Roma converter a cobrança. Os gols do Brasil foram anotados duas vezes por Marta, um de Debinha, um de Andressa Alves e outro de Bia Zaneratto.

Embalada pela goleada na estreia, a seleção feminina volta a campo neste sábado, 24, diante da Holanda.

Da Redação BandSports Reprodução/Twitter Jogos Olímpicos

Marta faz dois, e Brasil goleia a China na estreia das Olimpíadas de Tóquio


A seleção brasileira Feminina estreou hoje (21), com goleada no futebol feminino das Olimpíadas de Tóquio: 5 a 0 sobre a China, com gols marcados por Marta (duas vezes), Debinha, Andressa Alves e Bia Zaneratto. O jogo foi no Estádio Miyagi e valeu pela primeira rodada do Grupo F. 

Os dois gols acirraram a disputa de Marta com a canadense Christine Sinclair pelo posto de segunda maior artilheira da história do futebol feminino em Jogos Olímpicos. Ambas somam 12 gols, dois a menos que a brasileira Cristiane, que não está na disputa.

O próximo jogo do Brasil será no sábado (24), às 8h, contra a Holanda, que é uma das favoritas nestas Olimpíadas. Já a China enfrenta a Zâmbia no mesmo dia, mas três horas mais cedo.

Por UOL Imagem: AFP

Chefe da Tóquio-2020 não descarta cancelamento de última hora


O chefe do comitê organizador da Olimpíada de Tóquio-2020 não descartou nesta terça-feira, 20, um cancelamento de última hora do evento, que começa na sexta-feira, 23.

Indagado em entrevista coletiva se os Jogos ainda podem ser cancelados em meio à alta nos casos de covid-19, Toshiro Muto disse que se manterá atento ao número de infecções pelo novo coronavírus e manterá discussões com os organizadores se necessário.

Da Redação Bandsports, com Agência Brasil Reprodução/Instagram Tokyo2020

Olimpíadas 2020: veja o calendário, horários e modalidades


Depois de cinco anos de espera, os Jogos Olímpicos de Verão estão de volta. Marcado inicialmente para 2020, o evento foi adiado para este ano em função da pandemia do novo coronavírus. Esta será a segunda vez que Tóquio receberá uma edição da Olimpíada - a primeira foi em 1964. Juntamente com os Jogos de Verão de 1964, o Japão já sediou duas vezes os Jogos Olímpicos de Inverno. A primeira vez foi Sapporo 1972 e a segunda em Nagano 1998.

Quando começam os Jogos Olímpicos?
A cerimônia de abertura será na sexta-feira, dia 23 de julho, às 8h (20h locais). Contudo, a primeira competição olímpica já começa nesta terça, quando Austrália e Japão se enfrentam no softbol, às 21h. Na quarta, se iniciam os jogos de futebol com Brasil x China pelo torneio feminino às 5h. A Olimpíada vai até o dia 8 de agosto.

Quais são as modalidades da Olimpíada de Tóquio?
Atletismo, Badminton, Basquete, Basquete 3x3, Beisebol, Boxe, Canoagem, Caratê, Ciclismo, Escalada, Esgrima, Futebol, Ginástica Artística, Ginástica de Trampolim, Ginástica Rítmica, Golfe, Handebol, Hipismo, Hóquei sobre a Grama, Judô, Levantamento de Peso, Luta Olímpica (Wrestling), Maratona Aquática, Nado Artístico, Natação, Pentatlo Moderno, Polo Aquático, Remo, Rúgbi, Saltos Ornamentais, Skate, Softbol, Surfe, Taekwondo, Tênis, Tênis de Mesa, Tiro Esportivo, Tiro com Arco, Triatlo, Vela, Vôlei e Vôlei de Praia.

Quais são os esportes estreantes?
Beisebol, Softbal, Caratê, Escalada, Skate e Surfe.

Por Redação do ge — Rio de Janeiro Foto: Valery Sharifulin\TASS

terça-feira, 20 de julho de 2021

Só falta o ouro! Colecionadora de recordes, seleção feminina estreia nos Jogos de Tóquio nesta quarta


Só falta mesmo o ouro para coroar uma das equipes mais icônicas da história do futebol feminino nas Olimpíadas. A seleção brasileira entra em campo nesta quarta-feira, contra a China, às 5h (horário de Brasília), em Miyagi, para sua sétima participação em sete edições da modalidade, iniciada em Atlanta-1996. Ter estado em todos os Jogos Olímpicos, privilégio dividido com apenas outros dois países, Estados Unidos e Suécia, é apenas uma das marcas que a equipe feminina do Brasil ostenta no torneio.

- O Brasil está pronto, com certeza. Acredito que nossa defesa, que já era boa, é mais sólida atualmente e que nosso ataque é um pouco mais organizado. Mas eu nunca tiraria o samba, o estilo brasileiro com o qual elas me surpreenderam, porque eu amo isso. E acho que essa mistura, espero, vai nos fazer ir longe nessa Olimpíada - disse Pia na entrevista coletiva na véspera da estreia.

- Nosso objetivo é chegar às quartas de final. Estou nesse jogo há muito tempo e sei que, se você chega às quartas, qualquer um dos times pode ir à final. Lá, veremos o que acontece - acrescentou a treinadora.

Por Redação do ge — Miyagi, Japão Foto: Arte: Infoesporte/ge.globo

Ronaldinho marca, acerta a trave e agita a torcida em amistoso de lendas do Barcelona e Real Madrid


O dia foi para os nostálgicos em Tel Aviv, Israel. Cerca de 30 mil pessoas foram prestigiar o amistoso entre lendas do Barcelona e Real Madrid, que reuniu vários ex-jogadores dos dois gigantes espanhóis e, claro, teve show de Ronaldinho Gaúcho.

A partida teve dois tempos de 40 minutos e terminou com vitória do Real Madrid por 3 a 2. Ronaldinho acertou uma bola na trave e fez o primeiro gol do Barça ainda na primeira etapa. Ele converteu pênalti sofrido pelo ex-atacante argentino Saviola.


Rivaldo foi o capitão do Barcelona e vestiu a camisa 10, assim como Ronaldinho Gaúcho. O time do Barcelona ainda teve nomes como Deco, campeão da Champions pela equipe catalã em 2006, o ex-meia espanhol Mendieta, e o ex-meia holandês Ronald de Boer.

O Real Madrid teve como destaques o português Luis Figo e o ex-lateral Roberto Carlos, que foi o capitão do time. O brasileiro foi um dos melhores da equipe merengue na primeira etapa com seus potentes chutes.

Quem garantiu a vitória do Real Madrid foi De La Red. Aos 36 anos, o ex-meia era um dos mais jovens do amistoso em Tel Aviv. Ele se aposentou precocemente, aos 24, devido a um problema cardíaco. De La Red marcou aos 30 do segundo tempo e assegurou o 3 a 2 para os merengues. O amistoso teve dois tempos de 40 minutos.

Por Redação do ge — Tel Aviv, Israel Foto: Divulgação/VeteranosRM