quinta-feira, 27 de junho de 2013

Projeto Bom na Escola Bom de Bola fará amistoso com América de Natal sub 15


Os futuros craques da cidade de Jardim do Seridó, estarão pela primeira vez em sua história, fazendo um amistoso tão importante desta natureza, será neste sábado dia 30 as 08h da manhã, que o Projeto Bom na Escola Bom de Bola estará fazendo um amistoso diante do América de Natal em Parnamirim-RN, no Centro de Treinamento do clube natalense.

A equipe Jardinense vem treinando forte visando esse compromisso, pois está participando da 1ª Copa dos Municípios em Parelhas-RN, onde joga no domingo diante da AABB no sub 14 e com o Sabugi de Santa Luzia no sub 17. O projeto que completou 3 anos de existência no dia 26 de Abril, e já começa a despontar como uma das fortes equipes existentes na Região do Seridó.

Na tarde desta sexta feira(28), acontece o coletivo apronto visando os dois compromissos, no sábado pela manhã, Jardim do Seridó x América de Natal, e no domingo a tarde Jardim do Seridó x AABB sub 14 e Jardim do Seridó x Sabugi de Santa Luzia no sub 17. 

O projeto que tem o apoio dos pais dos Alunos Atletas, visa incentivar seus participantes a estudarem, pois a base de um ótimo futuro é estudando. É por isso que seu responsável não mede esforços para que eles possam estar participando deste eventos esportivos, a nível de Região e Estado. Esse é o maior premio que possa existir, as notas boas no fim do mês e todos passando de ano. Por isso o nome Bom na Escola Bom de Bola.

O mesmo, ainda terá mais amistosos desta natureza, por que até o fim do ano está agendando jogos com a Escolinha de São Gonçalo do Amarante, a frente o campeão Brasileiro pelo Corinthians Paulista Didi de Parelhas, o ABC F.C de Natal, o Alecrim de Natal, o Globo de Ceará Mirim dentre outros.

Por Jarbas Fonsêca

Julio César revela provocação a Forlán: 'Vai bater forte e no meio'


Eleito o melhor em campo na vitória por 2 a 1 sobre o Uruguai, na Copa das Confederações, Julio César recebeu o troféu da Fifa após a partida. Um prêmio que, segundo o próprio goleiro, só foi possível pela frieza no momento mais tenso da partida, quando David Luiz segurou Lugano na área. Decisiva para a vaga na final, a defesa do pênalti começou a nascer antes mesmo da cobrança. Nesta quinta-feira, Julio César revelou que provocou Forlán, seu companheiro nos tempos de futebol italiano.

- Joguei com ele no Inter de Milão por um ano. Fiz uma brincadeira. Falei: “você vai bater forte no meio”. Ele olhou para mim e riu. Acabou se entregando. Tirei uma opção dele. Não sei se ele iria cobrar no meio, mas acho que ele acabou se desequilibrando - analisou o goleiro.

Ainda radiante pela defesa, Julio César revelou ter se sentido como Fred ou Neymar na hora de um gol.

- Tenho certeza absoluta (que foi como um gol). Para o goleiro, é o auge. Acaba se sentindo como um Neymar, um Fred. A explosão foi nítida no Mineirão. Os jogadores estavam com caras tristes. No pênalti, existe 90% de chances de a bola entrar. O Mineirão estava calado, tenso. Quando você pega um pênalti, é como um gol. A torcida explode, os jogadores explodem. Todos vieram me abraçar. Isso renova a energia do time. A tensão acaba se tornando alegria e dá mais força - analisou.

Pelo feito, Julio certamente foi um dos heróis no Mineirão. Mas não o único. Autor do gol da vitória aos 40 minutos da etapa final, outro jogador que se acostumou com "momentos de atacante" recebeu elogios do goleiro.

- Em relação ao prêmio, o pênalti me ajudou muito. Mas, se eu pudesse, cortaria o troféu no meio e daria metade ao Paulinho. Como não posso fazer isso, já que iria ficar feio, espero que ele ganhe na final. O Paulinho tem feito um ótimo trabalho. É um meio-campo artilheiro. É incrível a presença de área dele - ressaltou o goleiro brasileiro.

Fonte Globo Esporte

Técnico do ABC festeja vitória sobre o América-RN e espera evolução


Com a vinda do técnico Waldemar Lemos para o ABC, o estilo de jogo do time alvinegro começa a tomar um outra forma. A vitória sobre o maior adversário, o América-RN, por 1 a 0, no Estádio Frasqueirão, e a quebra de um jejum que já durava oito partidas, sendo seis vitórias para o Mecão e dois empates, mostrou que o Mais Querido está tomando um novo rumo.

Segundo o treinador, os jogadores se mostraram tranquilos e conseguiram apresentar um bom futebol dentro de casa, resultando na vitória, que para o comandante alvinegro, foi importante para que o planejamento do clube na Série B do Campeonato Brasileiro possa evoluir.

- Acho que fizemos uma partida muito boa. Evidentemente, sempre respeitando o adversário, conseguimos uma importante vitória para o nosso planejamento dentro do clube, mas ainda vamos evoluir. Precisamos adequar o nosso trabalho para a volta da Série B, para melhorarmos nosso desempenho - disse Waldemar Lemos à Rádio Globo Natal.

Jogo contra o Náutico
Sobre o confronto deste sábado, contra o Náutico, o treinador confirmou que fará alterações no time titular e vai esperar a liberação dos jogadores que estão no departamento médico.

- Durante o jogo, tivemos que mexer na equipe por conta de muitas contusões, mas os jogadores são sempre orientados para falar sobre qualquer problema físico. Vamos trabalhar nesses próximos dias e observar alguns atletas, que estão fazendo atividades separadas ao grupo - planeja Waldemar.

Fonte Globo Esporte RN

Bethe 'Pitbull' encara algoz de Cris Cyborg pelo Jungle Fight 54


Confirmada no Jungle Fight 54, neste sábado, em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, a peso-galo Bethe "Pitbull" Correia esbanja otimismo e acredita que conseguirá mais uma vitória na sua carreira. Natural de Campina Grande, mas radicada em Natal, Bethe é dona de um cartel de cinco vitórias e enfrentará desta vez a paraense Érica Paes, única lutadora a vencer Cris Cyborg, ex-campeã do Strikeforce e considerada uma das melhores atletas de MMA do Brasil (veja reportagem especial ao lado).

As lutadoras farão a única luta feminina do evento e os estilos de luta distintos prometem ser um atrativo a mais para o confronto. Enquanto Bethe gosta mais da trocação, com uma luta baseada no muay thai e wrestiling, Érica é faixa preta de jiu-jitsu. Sobre a adversária, a lutadora da Pitbull Brothers contou apenas que a paraense "gosta de lutar no chão" e que isso não será um empecilho para conquistar mais uma vitória.

- Érica é faixa preta de jiu-jitsu e gosta de lutar no chão. Possui um grande domínio da luta mais pegada, no solo, diferentemente de como treino. Eu gosto da trocação, mas praticamente todas as minhas lutas foram para o chão. Acredito que não será um problema para mim - disse Bethe.

Érica Paes estava afastada do octógono há oito anos, por ter se dedicado à música. O maior feito da carreira foi mesmo a vitória sobre Cris Cyborg, em 2005.

- Apesar dela ter conseguido essa vitória, estou focada e acredito na minha vitória. Vou para o evento com o pensamento de vencer - acredita Bethe.

Finalizada a preparação para o confronto, a "Pitbull" embarca nesta quinta-feira para o Rio de Janeiro, juntamente com seu treinador Mário Novaes, para se encontrar com o lutador Patricky Pitibull, que fará parte do seu córner no evento.

- Treinamos três vezes por semana, com muito foco para esta luta. Estarão comigo no Rio de Janeiro o lutador Patricky Pitbull, que mora lá, e o mestre Mário Novaes. Vamos embarcar na quinta-feira para realizar os últimos acertos e conquistarmos mais uma vitória para minha carreira - concluiu.

Fonte Globo Esporte RN

ABC vence o América e quebra jejum de oito jogos

Depois de oito jogos sem saber o que é vencer seu maior rival, o ABC derrotou o América por 1 x 0, na noite dessa quarta-feira, no estádio Frasqueirão e agora é líder da Taça Ecohouse, com seis pontos e duas vitórias em dois jogos. O gol da partida foi marcado por Geovani, no segundo tempo. O próximo compromisso do clube alvinegro acontece sábado, contra o Náutico, pela última rodada da competição. Se empatar, o ABC conquista o troféu Marinho Chagas. Já o alvirrubro enfrenta o Alecrim, também no sábado.

O ABC entrou em campo com uma postura agressiva, marcando o América no seu campo e não dando chances para o alvirrubro armar seus contra-ataques. O jovem atacante abecedista, Felipe Alves, era o jogador que levava mais perigo ao gol americano. Antes do jogo chegar aos 10 minutos, a equipe abecedista já tinha desperdiçado três grandes chances de abrir o placar. Sem conseguir se encontrar em campo, o América suportava a pressão do ABC e só conseguiu assustar aos 32 minutos, depois que Júnior Negão conseguiu vencer a marcação, avançar, entrar na área e chutar.

No segundo tempo, a situação foi inversa da primeira etapa. O América voltou melhor, mais disposto e pressionava o ABC, principalmente pelo lado esquerdo, com Renatinho Potiguar.

Encurralado no seu campo de defesa, a equipe alvinegra tentava sair nos contra-ataques, mas era impedida pelo setor de marcação americano. Na única oportunidade que conseguiu vencer a defesa do América, o meio campo Geovani foi derrubado na entrada da área. na cobrança, o camisa 10 do ABC bateu com categoria para marcar o gol da vitória abecedista.

Ficha Técnica
Local Estádio Frasqueirão 
Cidade Natal/RN
Data 26/06/13
Horário 21h
Arbitragem
Á - Flávio Roberto Sales
A1Aldeilma Luzia da Silva
A2 Gilvânia Dantas da Silva
Público - 2.053
Renda - R$ 12.977,00
Gol - De Geovani aos 21´do 2º T para o ABC-RN

ABC-RN
Rafael; Raulen (Rafinha), Leandro Cardoso, Mael e Diogo Barcellos; Edson, Mateus (Lino), Rodrigo Santos (Guto) e Geovani; Rafael Santiago (Erick Flores) e Felipe Alves (Jean Carioca). Técnico Waldemar Lemos.

América-RN
Andrey; Chiquinho (Edvânio), Cléber, Edson Rocha (Rodrigo Pimpão) e Renatinho Potiguar; Márcio Passos, Daniel Resende (Daniel Amora), Fabinho e Vinícius Pacheco (Bruno); Ebinho (Alex) e Júnior Negão (Tiago Adam). Técnico Roberto Fernandes.

Fonte Tribuna do Norte

Seleção Brasileira de Futebol de 7 confirma treinamentos em Natal


A Seleção Brasileira de Futebol de 7, para atletas com paralisia cerebral, desembarca em Natal nesta quinta-feira para um período de treinamentos. A equipe também fará amistosos na capital potiguar.

Os treinos serão realizados no campo da UFRN, pela manhã e à tarde. Dois amistosos já estão confirmados para os dias 3 e 6 de julho, contra o time sub-20 do ABC e a seleção do município de Pureza, respectivamente. Também deverá haver uma partida contra a equipe sub-20 da UFRN.

O futebol de 7 é praticado por atletas do sexo masculino, com paralisia cerebral, decorrente de sequelas de traumatismo crânio-encefálico ou acidentes vasculares cerebrais. As regras são da Fifa, mas com algumas adaptações feitas pela Associação Internacional de Esporte e Recreação para Paralisados Cerebrais (CP-ISRA). No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande).

Mais sobre a modalidade
O campo tem no máximo 75m x 55m, com balizas de 5m x 2m e a marca do pênalti fica a 9,20m do centro da linha de gol. Cada time tem sete jogadores (incluindo o goleiro) e cinco reservas. A partida dura 60 minutos, divididos em dois tempos de 30, com um intervalo de 15 minutos. Não existe regra para impedimento e a cobrança lateral pode ser feita com apenas uma das mãos, rolando a bola no chão. Os jogadores pertencem às classes menos afetadas pela paralisia cerebral e não usam cadeira de rodas.

Fonte Globo Esporte RN

Em jogo que teve três expulsões, Alecrim vence o Náutico/PE por 2 a 0


Jogando no estádio Frasqueirão, o Alecrim venceu o Náutico/PE, por 2 a 0, nesta quarta (26), pela rodada de número dois da Taça Ecohouse. Os gols da equipe alviverde foram marcados todos no segundo tempo, com William Carioca e Ruy Cabeção, que também perdeu um pênalti.

A vitória da equipe potiguar ficou mais “fácil” depois das expulsões de dois atletas da equipe pernambucana. Ainda no primeiro tempo, o goleiro Gideão se estranhou com Ricardinho e tomou o vermelho. Já na etapa final foi a vez de Eltinho cometer falta dura e também ir mais cedo para o vestiário. 
Pelo Alecrim, Juninho Bahia também recebeu o cartão vermelho.

Agora o clube natalense chegou aos três pontos na competição e no sábado enfrenta o América, pela última rodada. Já o Náutico/PE, que perdeu as duas partidas que fez, encara o ABC.

Portal no Ar

Fofão vai prestigiar etapa Natal de Circuito Nacional de Vôlei de Praia


O fim de semana vai ser de muito vôlei em Natal. A capital potiguar recebe a sexta etapa do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia. Ao todo, serão 23 duplas no masculino e 17 no feminino, que irão se enfrentar na arena do bairro de Mirassol, na zona Sul da cidade. Os jogos serão disputados de sexta a domingo. O evento vai contar com a presença da levantadora Fofão, campeã olímpica de vôlei nos Jogos de Pequim, em 2008.

Na sexta-feira, será realizada a etapa eliminatória, que vai definir as duplas que irão participar do torneio principal, no sábado e no domingo. Os jogos acontecerão em três quadras diferentes, todas no espaço do bairro de Mirassol. Além das quadras, uma estrutura com arquibancadas e tendas será montada para receber o público. A entrada é gratuita.

Campeã olímpica em Natal
A grande atração do evento será a campeã olímpica Fofão, que chega a Natal na sexta-feira. No sábado pela manhã, a ex-capitã da seleção brasileira de vôlei faz visita à Casa do Bem, projeto social sediado no bairro de Mãe Luiza, na zona Leste da capital potiguar. Após o evento, Fofão vai para o bairro de Mirassol, onde acompanha a etapa do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia.


Fofão é a atleta mais vitoriosa da história do vôlei brasileiro. Pela seleção, foram 340 partidas, entre 1991 e 2008. Em Jogos Olímpicos, foram cinco participações, com a estreia nos Jogos de Barcelona, em 1992. A atleta conquistou duas medalhas de bronze, em Atlanta (1996) e Sydney (2000). Na sua última participação, em 2008, Fofão foi a capitã da seleção que participou da campanha do ouro olímpico, em Pequim.

Fonte Globo Esporte RN