sexta-feira, 12 de julho de 2013

Polêmica, "Não queria Ronaldo na final", diz médico da seleção de 98


O dia 12 de julho de 1998 está marcado na história do futebol brasileiro por causa da derrota na final da Copa do Mundo da França, mas não apenas por isso. Horas antes da partida contra a França, o atacante Ronaldo, então o grande astro do time do Brasil, sofreu uma convulsão no Chateau de Grande Romaine, a concentração da seleção, e foi submetido às pressas a exames numa clínica de Lilas, nos arredores de Paris.

O assunto foi explorado à exaustão nos 15 anos que se passaram, mas o jornal O Estado de S. Paulo obteve uma informação inédita ao entrevistar um dos médicos da seleção na Copa de 98, Joaquim da Mata. O chefe da equipe médica era o ortopedista Lídio Toledo, que morreu em 2011.

Em seu consultório, na Tijuca, zona norte do Rio, Joaquim da Mata contou que inicialmente era contra a escalação de Ronaldo no jogo que consagrou Zidane, autor de dois gols na vitória francesa por 3 a 0. Ele considerava prudente que houvesse mais tempo para que o jogador fosse avaliado. Joaquim foi quem o levou à clínica, o acompanhou nos exames e, depois, foi com Ronaldo para o estádio da final do Mundial.

Mesmo com o parecer dos médicos da clínica de Lilas, que não diagnosticaram nada grave em Ronaldo, Joaquim foi do local até o Stade de France com uma opinião clara: "Ele sabe que eu não queria que ele jogasse", disse, referindo-se ao craque. O médico revelou também que manifestou sua posição a seu superior. "Eu disse ao Lídio, por precaução, que preferia que não (jogasse)."

Apesar de suas ressalvas, o médico ressaltou que o atleta não correu nenhum risco ao ser escalado por Zagallo. "Era só pela exiguidade do tempo, não que eu temesse pela vida dele. Houve um fato, uma agressão ao organismo, o organismo precisava de tempo para se recuperar", declarou Joaquim, que atualmente atende a dezenas de atletas em formação e desenvolve em sua clínica projetos relacionados à medicina ortomolecular.

Joaquim, que tem no currículo passagens por Botafogo - fez parte da equipe campeã brasileira em 1995 - e seleção (entre 1995 e 1998), faz questão de deixar claro que houve um consenso no vestiário do Stade de France em reunião com Lídio e Zagallo. Ronaldo foi chamado em seguida e endossou que estava se sentindo bem e queria jogar.

"Não existe isso de voto vencido", disse Joaquim. "Nós chegamos a um consenso. Eu, meu irmão Lídio e Zagallo. Tínhamos os exames em mãos, que não apontavam nada de anormal no Ronaldo. Não estou dividindo, tirando a minha responsabilidade, a de ninguém, não. Ali foi um consenso."

A escalação polêmica de Ronaldo na final da Copa da França custou a Lídio e a Joaquim um processo no Conselho Regional de Medicina do Rio. Acusados de negligência, foram absolvidos em julgamento realizado em 1999: 32 votos a zero.

Naquela tarde histórica de 1998, Ronaldo passou mal depois do almoço. Ficou inconsciente por alguns segundos, com os músculos contraídos, a língua enrolada. Atendido pelos médicos da seleção, manteve-se ao lado de Joaquim, que fala francês fluentemente, por quase 90 minutos.

A caminho da clínica, não lembrava o que sentira pouco antes e conversava normalmente. Submetido a uma tomografia computadorizada e a um eletroencefalograma, acabou liberado rapidamente. A seleção já estava no Stade de France e o primeiro anúncio oficial da escalação indicava Edmundo como substituto de Ronaldo.


No carro que servia à seleção, Ronaldo pedia ao motorista que acelerasse. Temia chegar mais atrasado ainda ao estádio. Só falava em jogar. Foi atendido. Mas seu rendimento ficou muito abaixo do esperado na final ocorrida há exatamente 15 anos.

Fonte Agência Estado via Futebol Interior

No América-RN, O “segredo” para matar o Leão


O técnico do América, Roberto Fernandes aponta o Sport, adversário de amanhã, pelo Campeonato Brasileiro da série B, no estádio Barrettão, como um dos melhores da competição nacional. Tanto respeito mereceu, por parte da comissão técnica alvirrubra, a decisão de fechar o treino de ontem, realizado no local da partida.


“Esta Série B deste ano está muito equilibrada. Você pode ter certeza que dos 20 clubes, 4 ou 5 se destacam do grupo. Os demais são todos muito parelhos. No entanto, desses que se destacam eu incluo o Sport, que é justamente nosso próximo adversário e que merece muito respeito”, avaliou o treinador americano.

O treino “secreto” serviu para o comandante alvirrubro tirar algumas dúvidas sobre o time que entrará em campo. Os questionamentos giram no meio de campo e no ataque. Existem dúvidas sobre o aproveitamento de Cascata, Fabinho e se o ataque contará com dois ou apenas um jogador de ofício.

Essas dúvidas, geradas, segundo Roberto Fernandes, por problemas relacionados a questões de cartões e contusões tem prejudicado o desempenho do time durante toda esta temporada. “Não consigo manter o mesmo time. Hoje tenho oito ou nove jogadores que considero titulares no meu time, mas não tenho tido a oportunidade de reuni-los no mesmo jogo. 


Temos problemas ora com contusão, ora com cartões e até alguns jogadores como o caso do Norberto e do Fabinho, que tiveram uma queda de rendimento. Manter uma equipe jogando junto é a melhor forma de obter bons resultados”, sentenciou o treinador.

Apesar dos problemas, Roberto Fernandes assegura que o grupo de jogadores do América é forte e que o local que o clube ocupa hoje, na tabela de classificação, não é equivalente a qualidade de seu time. “Temos time para brigar mais lá em cima. Nosso grupo é bom, apenas precisa encaixar melhor e isso vai acontecer, pode ter certeza”, concluiu.
Fonte Tribuna do Norte

De volta ao Pacaembu, Verdão quer comprovar boa fase, contra o ABC


Time em evolução, goleada na última apresentação, reencontro do principal craque com a torcida da capital, volta ao palco preferido pelo torcedor enquanto a Allianz Parque não fica pronta. O cenário atual do Palmeiras em 2013 não poderia ser melhor. Nesta sexta, após quase dois meses, o Alviverde comandado por Gilson Kleina voltará ao Pacaembu, desta vez para enfrentar o ABC, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na teoria, um jogo fácil, já que o Verdão integra o G-4, enquanto o rival potiguar luta para deixar a lanterna da competição.

Na prática, no entanto, isso não funciona e o Verdão tem motivos de sobra para entrar em campo preocupado com o rival. Em sua segunda partida como mandante no torneio, a equipe recebeu o América-MG, equipe que na ocasião ocupava a última posição na tabela. Apesar de contar com a força do seu torcedor no estádio Novelli Júnior, em Itu, o Palmeiras foi surpreendido e perdeu por 1 a 0. Por isso, os atletas entram mais do que escaldados para não serem surpreendidos novamente.

No ABC, a situação é dramática. O time tem apenas dois pontos em sete partidas, ainda não venceu na competição e possui o pior ataque, com apenas três gols marcados. A ideia é jogar fechadinho na defesa para tentar surpreender nos contra-ataques.

A expectativa é de grande público. Longe da capital paulista, o time teve públicos decepcionantes que o colocam atualmente como dono apenas da terceira melhor média do torneio, atrás de Sport e Joinville. Para o duelo que terá início às 21h, a expectativa é de pelo menos 25 mil torcedores.

A partida será transmitida para todo o Brasil pelo canal Premiére Futebol Clube, através do sistema pay-per-view. O jogo terá a arbitragem do paranaense Antonio Denival de Morais, que será auxiliado pelos conterrâneos Marcos Rogério da Silva e Pedro Martinelli Christino.

Fonte Globo Esporte

ABC finaliza preparação para enfrentar o Palmeiras


O ABC finalizou a preparação para o jogo contra o Palmeiras, nesta sexta-feira (12), às 21h, no Estádio Pacaembu, em São Paulo. A equipe treinou na manhã de ontem (11) e novamente o técnico Waldemar Lemos optou por trabalhos técnicos. O grupo tem saída de Natal prevista para as 17h. 

No início do treinamento, Waldemar Lemos reuniu o grupo de jogadores para uma conversa. Em seguida, foram realizados trabalhos de movimentação, posse de bola e marcação. Na parte final, o treinador dividiu ataque e defesa em exercícios individuais para cada setor, com atividades de finalização, cruzamento e cobranças de faltas para os atacantes e meio-campistas e treino específico para os defensores.

A equipe segue sem poder contar com um grande número de jogadores. Os laterais Alexandre e Raulen, o zagueiro Gladstone, o volante Mateus e os atacantes Rodrigo Silva, Alvinho e Wanderley continuam fora. Além disso, Bombinha também não foi relacionado para a partida. Segundo informações do clube, o atleta foi preterido por opção técnica do treinador.

A provável escalação da equipe será Lopes no gol; Renato (Thiaguinho), Flávio Boaventura (Vinicius), Lino e Guto na parte defensiva; Edson, Bileu, Rodrigo Santos e Tony no meio; Erick Flores e Pingo no ataque.

Nessa escalação, a equipe segue sem um homem de referência dentro da área. O recém-contratado Gilcimar e que estreou na última rodada, diante do Atlético-GO, é a opção para essa situação ofensiva.

O treinador Waldemar Lemos relacionou 19 jogadores, veja a lista:
Goleiros: Lopes e Rafael;
Laterais: Thiaguinho, Renato e Guto;
Zagueiros: Flávio Boaventura, Vinicius e Lino;
Volantes: Edson, Bileu, Leandro Santos e Rodrigo Santos;
Meias: Tony, Diogo Barcelos e Erivélton;
Atacantes: Erick Flores, Pingo, Felipe Alves e Gilcimar.
Fonte Tribuna do Norte

Goleiro diagnosticado com malária apresenta melhora, diz boletim


O Alecrim divulgou um novo boletim médico sobre o estado de saúde do goleiro Danilo, de 31 anos, diagnosticado com malária há uma semana, quando deu entrada no Hospital Giselda Trigueiro, na zona Oeste de Natal.

Segundo o boletim, o goleiro está respondendo de forma positiva à medicação administrada pela equipe médica. Segundo o médico do clube, Tony Elbert, um exame de gota espessa (técnica de diagnóstico da doença utilizado no Brasil) foi realizado na quarta-feira e comprovou que a doença está em processo de regressão.

O boletim afirma ainda que o goleiro já respira sem a ajuda de aparelhos e que está consciente. O jogador continuará realizando o procedimento de diálise pelo menos durante os próximos três dias, uma vez que que o quadro renal do atleta ainda não está normalizado.

Danilo é naturizado guinéu-equatoriano. No mês de junho, o jogador esteve no continente africano, onde fez duas partidas pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, contra Cabo Verde e Tunísia, sendo o segundo jogo em Malabo, capital da Guiné-Equatorial. Foi lá onde Danilo e outros dois atletas brasileiros naturalizados podem ter adquirido a doença.

Confira a íntegra do boletim médico desta quinta-feira:
“Danilo segue internado na UTI do Hospital Giselda Trigueiro, mas já respira sem auxílio de aparelhos. Já está consciente e seus exames revelam regressão da doença. A função hepática caminha para os níveis de normalidade, mas mantém quadro renal alterado. Estamos monitorando esta função para que retome, em breve, os níveis de normalidade; entretanto, fará diálise por mais três dias a partir de hoje.”

Fonte Globo Esporte RN

Série "D", No Potiguar Judson ganha vaga de Marcos Vinícius


Visando a decisiva partida do próximo domingo diante do Tiradentes-CE, o técnico do Potiguar, Miluir Macêdo, promoveu durante coletivo na manhã de ontem, no Estádio Manoel Leonardo Nogueira, a entrada do lateral-direito Judson no lugar de Marcos Vinícius, que foi titular no empate com o Guarany-CE em 1 a 1, no domingo passado.

Durante a atividade Miluir não pôde contar com três jogadores. O zagueiro Genilson, que viajou ao Rio de Janeiro para presenciar o nascimento do seu filho, o também zagueiro Anselmo, que realizou tratamento no pé direito e foi poupado, e por último o lateral-esquerdo Edson Barbosa, que está com suspeita de virose. 

A única dúvida para domingo fica por conta de Edson. Com a entrada de Judson na equipe titular e com a ausência de três jogadores, o time titular no coletivo escalado por Miluir foi: Alan; Judson, Thiago Messias, Ivson e Rodriguinho; Magno, Wellington, Max e Tarrafas; Kamar e Giovanni.

Para não se distanciar dos líderes do grupo A3 da Série D, o Potiguar só pode pensar na vitória diante do Tiradentes. O Time Macho ocupa a 4ª colocação com um ponto ganho em dois jogos disputados. “Será o jogo mais importante do semestre. Vamos enfrentar o líder do grupo e não podemos deixar ele pontuar. Precisamos da vitória e sabemos que será de grande importância, pois podemos até terminar a rodada na vice-liderança, o que nos dará tranquilidade para dar sequência ao trabalho. Classifico este confronto como decisivo”, disse Miluir ao site oficial do clube.

O alvirrubro mossoroense treina na manhã de hoje no campo da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). À tarde os jogadores ganham folga.

Nome de Max deve ser publicado no BID
 Se tudo ocorrer dentro do esperado, o volante Max deve realizar no próximo domingo a sua estreia pelo Potiguar diante da equipe do Tiradentes. O Alvirrubro aguarda que o nome do jogador apareça no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Na terça-feira passada a rescisão contratual de Max, com o América de Natal, foi publicada no BID. A documentação do jogador já se encontra na Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF).

A demora na inscrição de Max se deve a sua transferência, que é internacional, já que antes o atleta atuava no futebol do Bahrein. No Rio Grande do Norte apenas ABC e América possuem acesso a transferências internacionais. Com isso, o jogador tem que ser ‘contratado’ por uma das duas equipes de Natal, depois rescindir e finalmente assinar com outra equipe do Estado. A expectativa é que o nome de Max esteja no BID até o final da tarde de hoje.

Fonte Gazeta do Oeste

Desafio Internacional de Vôlei anima natalenses


O “Desafio Internacional de Voleibol Feminino” tem animado os natalenses, que há três anos não presenciam uma partida da Seleção Feminina de Vôlei do Brasil. Esgotado o primeiro lote de ingressos em apenas 24 horas, a expectativa é que o ginásio Nélio Dias esteja lotado no dia do amistoso da manhã deste domingo(14), contra a seleção da Holanda.

O desafio faz parte da preparação da Seleção Brasileira para o Grand Prix, que será disputado entre os dias 2 de agosto e 1º de setembro. Uma das promessas do voleibol brasileiro é a ponteira Gabi, considerada um dos grandes talentos da nova geração, convocada recentemente e que já se apresentou para o amistoso disputado em Maceió/AL.

Sobre a pressão de ser uma das grandes apostas do voleibol brasileiro, Gabi garante que leva a situação com naturalidade. "Levo isso numa boa. Tento sempre focar no meu trabalho. Sou muito exigente comigo. Primeiro, quero conseguir me manter na seleção adulta e depois jogar uma Olimpíada. O meu grande sonho é disputar os Jogos Olímpicos em casa", afirmou a ponteira.

Os ingressos estão sendo vendidos nas lojas da Sport Master no Midway Mall, Natal Shopping, Norte Shopping e na matriz, no Centro da Cidade, além da AABB e no próprio ginásio Nélio Dias.

Fonte Francisco Rocha, da Assessoria de Comunicação da FNV

Federação promove 1º Estadual de kung fu


A Federação Norte-rio-grandense de Kung Fu Wushu realiza neste domingo(14), o primeiro Campeonato Estadual de Kung Fu do Rio Grande do Norte. A competição ocorrerá no ginásio poliesportivo Jorge Tavares de Morais, em Nova Parnamirim, a partir das 9h e vai contar com atletas de academias de toda grande Natal.

A competição é classificatória para o Campeonato Brasileiro da arte marcial, que ocorrerá entre os dias 9 e 13 de outubro, em Valinhos, São Paulo. No ano passado, o Rio Grande do Norte se destacou no Brasileiro com a conquista de nove medalhas, sendo quatro de ouro, duas de prata e três de bronze.

O Estadual vai contar com disputas no sanda - boxe chinês – no masculino e feminino, iniciante e avançado. Suai jiao, modalidade popularmente conhecida também como judô chinês, além das competições de formas, os chamados katis, de mãos livres e armas brancas. A entrada é 1 kg de alimento não perecível.

Fonte Jornal de Hoje

Atacante do Baraúnas lamenta derrota para o Treze, mas garante foco para domingo


A derrota sofrida na última quarta-feira pelo placar de 2 a 0 para o Treze colocou o Baraúnas na 8° colocação do Grupo A da Série C. Uma posição acima da zona de rebaixamento. A equipe que vinha de dois bons resultados (empate com o Brasiliense e vitória contra o Rio Branco) perdeu várias oportunidades de sair com um resultado melhor da partida. Para o atacante do Tricolor, Cristiano Tiririca, o Baraúnas pecou em dar muito espaço a equipe de Campina Grande. 

"Um clube como o treze não podemos dar oportunidade. É um grupo de qualidade. Nós sabemos da situação. No primeiro tempo tivemos oportunidades de ganhar o jogo e até virar, infelizmente a bola não queria entrar. Serve de lição. Sabemos que temos condições de buscar resultado fora de casa e também tem o fator campo. Estávamos mandando o jogo fora de casa. O campo é ruim e nós não treinamos nele. O Treze foi e ficou dois dias lá treinando, então é difícil as coisas. Temos que nos precaver de um monte de coisas. Sabemos da lição e vamos em busca disso", explicou ao blog.

Cristiano ressaltou o espírito da equipe e afirmou que o elenco não irá desanimar para a partida do próximo domingo diante do Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, no Maranhão.

"O grupo é um dos melhores que trabalhei, até porque é cheio de gente humilde. Jogador que quer aparecer na mídia para buscar um lugar melhor. Então, nada como o Baraúnas para nos colocar na mídia. A gente sabe que é um jogo difícil domingo, mas temos todas as condições de chegar, fazermos um bom jogo e sairmos com o resultado", finalizou.

Fonte Ramon Nobre