domingo, 14 de julho de 2013

Campeonato Potiguar Sub-20 tem finalistas do primeiro turno definidos


Três jogos definiram neste sábado(13), os finalistas do primeiro turno do Campeonato Potiguar Sub-20. No Estádio Nazarenão, em Goianinha, o Alecrim venceu o Palmeira-RN por 1 a 0 e garantiu a vaga. Bercon marcou o gol da vitória de falta, nos acréscimos do primeiro tempo. Já no Estádio Frasqueirão, em Natal, ABC e América-RN empataram em 1 a 1 e o alvirrubro acabou classificado.

No Ninho do Periquito, em São Gonçalo do Amarante, o Potengi recebeu o Globo Futebol Clube e, apesar de ambos terem chances de classificação, os dois “morreram abraçados” após empatarem sem gols.

Agora, Alecrim e América se enfrentam em dois jogos para definir quem leva o título do primeiro turno do Estadual. Como terminou a fase classificatória na liderança, com 14 pontos, o alviverde terá a vantagem de mandar a segunda partida em casa, além de jogar por dois empates. Os confrontos acontecem na quarta-feira e no próximo sábado.

Fonte Globo Esporte RN

Brasil encerra série contra Holanda com vitória por 3 a 0 em Natal e 100% de aproveitamento!


Apoiado por um ginásio lotado, o Brasil entrou em quadra para enfrentar a Holanda na série de três jogos do desafio internacional de vôlei trazendo duas vitórias por 3 a 1 na bagagem, nas partidas realizadas em Maceió. As bicampeãs olímpicas entraram em quadra com a missão de manter a série invicta de onze vitórias consecutivas e que na atual temporada já venceram os torneios de Montreux e Alassio. A equipe do treinador José Roberto Guimarães está se preparando para estreia no Grand Prix, marcado para ocorrer entre os dias 1º de Agosto e 2 de setembro.

O treinador José Roberto Guimarães vai aproveitando essa série de jogos para dar experiência as novatas do grupo, como a ponteira Gabriela, de 19 anos, que entrou e correspondeu as expectativas. Ao lado de Dani Lins, Monique, Fabiana, Adenízia, Juciely e Fê Garay, a meninas brasileiras pulverizaram a seleção holandesa no primeiro set de partida, vencendo fácil por 25/11. O domínio foi total dentro de quadra, quando o time nacional conseguiu manter sempre uma distância confortável no placar.

Mesmo poupando algumas das bicampeãs olímpicas como a líbero Fabí, e as atacantes Scheila e Jaqueline, o Brasil demostrou um nível técnico bem superior as adversárias. O segundo set não começou diferente do primeiro, o Brasil voltou a abrir uma vantagem confortável com ataques potentes e bloqueio bem montado dificultando as ações das atletas holandesas. O saque também se mostrou uma arma poderosa desarticulando a armação ofensiva da levantadora Stoltenborg. Mas se aproveitando de erros das brasileiras a Holanda chegou a diminuir a diferença no placar que chegou a cair para quatro pontos, porém no segundo tempo técnico o placar era de 16 a 11 para o Brasil.

Depois o Brasil voltou a estacionar nos 21 pontos permitindo que a Holanda reduzissem a diferença para três pontos, mas a inversão do 5-1 com as entrada de Fabíola e Pri Daroit, as brasileiras retomaram o ritmo e fechara o segundo set em 25/19.

A situação dos sets anteriores foi mantida no terceiro, com a presença de Thaisa, no meio de rede, as brasileiras continuaram mantendo um ritmo forte, com bom aproveitamento tanto no ataque, quanto no bloqueio e conseguindo recuperar a bolas o Brasil abriu 8/3 até o primeiro tempo técnico. Se mantendo dentro da margem de segurança e realizando alguns bons ralis em busca de pontos, o time de Zé Roberto manteve a distância no segundo tempo técnico 16/9, com as meninas adversárias enfrentando grandes dificuldades em virar as bolas, elas não conseguiram se aproximar muito no placar, onde a menor diferença sempre esteve na casa dos cinco pontos. Foi nessa marcha que as brasileiras conseguiram fechar o set em 25/16 e a partida em 3 a 0.

Nesse desafio internacional, o maior objetivo de José Roberto Guimarães era dar ritmo ao time e fazer as jogadas trabalhas durante os treinamentos fluir de forma mais natural. “ Estávamos mais sincronizados no bloqueio, na defesa e também tocamos em mais bolas. O saldo foi positivo. Nós vencemos com uma boa margem. Isso foi importante. Aproveitamos a maioria das jogadoras do grupo. É isso que nós precisamos continuar fazendo”, afirmou José Roberto Guimarães.

Escalações
Brasil 
Juciely, Dani Lins, Adenízia, Gabi, Monique e Fê Garay. Camila Brait (líbero). Entraram:Pri Dairot, Thaísa e Fabíola. Técnico José Roberto Guimarães.

Holanda
Femke Stoltenborg, Yvon Belien, Robin de Kruijf, Maret Grothues, Judith Pietersen e Anne Buijs. Kirsten Knip (líbero). Entraram: Celeste Plak e Laura Dijkema. Técnico Gido Vermeulen

Fonte Tribuna do Norte

Campeão da Copa das Confederações em Natal


O lateral-esquerdo Marcelo, campeão da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira, chegou a Natal na tarde desta sexta-feira.

O jogador curte férias ao lado de familiares e amigos.

Os últimos dias têm sido nublados na capital potiguar, mas, quem sabe, ele consegue pegar um solzinho por aqui, e descansar.

O torcedor Arisson Alberto registrou o momento, ainda no aeroporto.


Fonte Augusto César Gomes