quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Toscano Junior um dos melhores tacos do Nordeste participará da 2ª Copa Norte-Nordeste de Sinuca!


Após o sucesso da primeira edição, Natal recebe mais uma vez a Copa Norte-Nordeste de Sinuca, evento que reúne vários dos melhores desportistas nacionais para uma acirrada disputa de mesa. Neste ano a competição será realizada entre os dias 13 e 15 de dezembro, na sede social do América Futebol Clube, no Tirol, local que também sediou a estreia do evento, em 2012.

O evento é uma realização da Natal Snooker em parceria com o América e para este ano a grande novidade será a participação de Rui Chapéu, maior ícone da modalidade no país, que virá a Natal para divulgar o torneio regional e brindar o público presente com algumas tacadas.

A copa vai distribuir R$ 14 mil em premiação para os primeiros colocados, além de brindar o dono da melhor tacada da competição com uma TV LCD oferecida pelos promotores do certame. A expectativa da organização é que neste ano o evento seja novamente sucesso de público, principalmente em virtude da presença de um dos maiores ícones da sinuca mundial.

“Como em 2012 tivemos um grande público para assistir aos jogos, nós estamos garantindo mais espaço para acomodação dos torcedores. Muitos deles virão para ver o Rui Chapéu, que é o grande ídolo da sinuca no país. Esperamos mais um evento de alto nível para consolidar Natal na rota dos grandes eventos deste esporte no Brasil”, comenta o empresário Gil Silva, diretor da Natal Snooker.

A abertura da competição será na noite do dia 13, às 19h, após o credenciamento e distribuição das camisas aos jogadores. Nos dias seguintes, o evento acontecerá a partir das 10h e cessará apenas quando a última bola for encaçapada.

As inscrições para participação na 2ª Copa Norte-Nordeste custam R$ 100 e serão validadas no dia 13, data de abertura da competição, na própria sede do América.

Toscano Junior vem se preparando para esta competição, e nos últimos eventos da modalidade vem conquistando vários campeonatos pela Região do Seridó e Paraíba.


Confira os treinamentos garanto que é show, deixe seu comentário.
1ª Mostra - https://www.facebook.com/photo.php?v=1393759584203572&set=vb.100007086311051&type=2&theater
2ª Mostra - https://www.facebook.com/photo.php?v=1393740460872151&set=vb.100007086311051&type=2&theater

Fonte Portal no Ar adaptado ao Lance Esportivo

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Centenário do América-RN terá empresário Gustavo Carvalho na presidência



O empresário e deputado estadual Gustavo Carvalho foi aclamado novo presidente do América para as temporadas 2014-2015. A eleição, inclusive, é uma das mais importantes dos últimos anos, já que o empresário assume a função para ser o presidente no ano do centenário do clube, em 2014.

Marcus Meira Pires, conhecido como Peninha, será o vice-presidente. Os conselheiros apenas oficializaram o dirigente na presidência, já que não havia chapa concorrente no pleito. Sem muita pompa ou burocracia, a solenidade ocorreu na noite desta quarta-feira (11) na sede social do clube, no bairro do Tirol.

Gustavo Carvalho voltará a assumir a função de cartola-mor depois de sete anos. Entre 2005 e 2007, o dirigente conduziu o time ao acesso da Série C a A, mas encerrou sua gestão com um descenso e acabou bem contestado.

Na oportunidade, José Rocha também foi reconduzido à presidência do Conselho Deliberativo por maioria absoluta entre os conselheiros que participaram da votação realizada no final da tarde de hoje. Após a aclamação, também foi anunciada de maneira oficial a composição da nova diretoria americana que tomará posse em breve.

Em relação à formação da atual gestão, as principais funções ligadas ao futebol passaram por mudanças. Na vice-presidência de futebol, Ricardo Bezerra reassume a função ocupada na gestão do ex-presidente Hermano Morais. Na diretoria de futebol, Eliel Tavares é o novo gestor.

Até o final do ano, Alex Padang deverá seguir no cargo antes da posse oficial que ocorrerá em um grande evento no Centro de Treinamento do clube, no próximo dia 11 de janeiro, quando serão apresentados os avanços nas obras da Arena América, além do elenco para a disputa da temporada 2014.

Confira a formação da nova diretoria rubra:
Vice-presidente administrativo – Carlos Theodorico
Vice-presidente das divisões de base – Leonardo Bezerra
Vice-presidente de esporte amador – Lamas Neto
Vice-presidente de expansão e negócios – Eduardo Patrício
Vice-presidente financeiro – Eduardo Pagnocelli
Vice-presidente de futebol – Ricardo Bezerra
Vice-presidente jurídico – Diogo Pignataro
Vice-presidente de marketing – Leandro Mendes
Vice-presidente de obras – Francisco Sobrinho
Vice-presidente social – Celso Veiga
Diretor de futebol – Eliel Tavares

Texto e Foto por Bruno Araújo Via Portal no Ar

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Começa nesta quinta feira o 10º Jogos Inter Municipais do Seridó em Acari!

                                                    

O Ginásio Poliesportivo Joracio receberá nesta quinta feira dia 12, o início do 10º Jogos Intermunicipais do Seridó denominada de Taça Jorge Guimarães. O certame sera disputado na cidade de Acari-RN de 12 a 21 de dezembro, nas categorias futsal adulto e master. Estarão participando ao todo nove cidades da Região do Seridó.

O campeonato vem para valorizar a prata da casa e promover o desporto da região seridó. Sendo realizado pela Secretaria de Esportes de Acari afrente o jovem Felipe Balah em parceria coma Secretaria de Esportes de Currais Novos Coordenador Afrânio Aurélio. 

Detalhe, a competição não tem fiz lucrativos pois, a premiação será 70% do que for arrecadado na bilheteria do ginásio e os outros 30% serão destinados aos Abrigo dos Idosos de Acari-RN.

Confira os jogos:
Quinta feira 12/12/2013
Local: Ginásio Poliesportivo Joracio Mamede Galvão Acari/RN

19h00min Master 35 São Paulo/Jardim do Seridó vs Relaxados/Jardim do Seridó
19h50min Adulto/Aberto São Paulo/Carnaúba dos Dantas vs PK Juntos Jardim do Seridó
20h40min Adulto/Aberto Malas/Acari vs Futuro das Crianças/Currais Novos
21h30min Adulto/Aberto Seleção/Florânia vs Seleção de Santana do Seridó


Por Lance Esportivo
Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Jardim do Seridó vence e se classifica a próxima fase do Seridosão 2013!


Mais uma vez o Projeto Bom na Escola Bom de Bola fez bonito, ao vencer a boa equipe de Tenente Laurentino pelo placar de 9 vs 1, com gols de Lucas 4, Jarbas Junior 2, Edicarlos 2 e Netinho 1. Com o resultado o projeto chegou a 6 pontos e antecipou sua classificação a próxima fase, as semi finais, logo no segundo jogo. O quinteto Jardinense jogou muito bem e foi aplaudido pelos torcedores que acompanhavam o duelo da categoria mirim.

Já o infantil também conseguiu uma vitória importante pois, havia perdido na estreia por 3 a 1 para Florânia, e precisava dos três pontos. Ao entrar em quadra nesta quarta feira dia 11, diante do time de Triunfo Potiguar a Escolinha almejou o que buscava e venceram pelo o escorre de 8 vs 2, gols marcados por Joninhas 5 vezes, Dudu 2 e Anderson (Dedezinho) 1. Agora a garotada vai aguardar o compromisso entre Florânia vs Triunfo, em caso de empate ou vitória dos Floranienses a equipe de Jardim do Seridó esta na outra fase, quartas de final.

O campeonato em disputa trata-se do tradicional Seridosão de Futsal e Vôlei masculino e feminino, que este ano está sendo realizado na cidade de Jucurutu-RN. 

Do Blog - Parabenizamos as duas equipes Mirim e Infantil pelo bom jogo realizado, agora lembrem-se pés no chão pois, a muito ainda a se percorre. 

Por Lance Esportivo
Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Vai mudar? STJD marca julgamento de Lusa e Flamengo para segunda-feira




O Campeonato Brasileiro, em campo, terminou no último domingo. Mas há ainda pelo menos mais duas ou três rodadas no "tapetão" para definir a classificação final. Vasco, Atlético-PR, Flamengo, Portuguesa e Fluminense estão com uma seleção de advogados trabalhando em ritmo acelerado, todos empenhados para livrar seus clubes de situações que já estavam definidas e que podem sofrer uma reviravolta.

Nesta sexta-feira, a 4ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar os incidentes ocorridos no domingo, em Joinville (SC), durante o jogo Atlético-PR e Vasco. Cada clube pode perder até 20 mandos de campo e cumprir a pena com portões fechados. A diretoria vascaína quer, por meio de outra ação, impetrada na noite desta quarta-feira, a impugnação da partida.

E na segunda-feira, a 1ª Comissão Disciplinar do STJD vai julgar dois casos, envolvendo a Portuguesa e o Flamengo, que teriam escalado jogadores de forma irregular na última rodada do Campeonato Brasileiro: o meia Heverton, pela Lusa, e o lateral-esquerdo André Santos, pelo clube carioca - ambos estariam suspensos e, pela acusação, não poderiam ter entrado em campo no fim de semana.

Se condenados, Flamengo e Portuguesa poderiam perder quatro pontos cada um. Isso significaria o rebaixamento da Lusa e a manutenção do Fluminense na primeira divisão. A situação flamenguista pode se complicar, com uma eventual queda para a Série B, se o Vasco também tiver sucesso em sua ação para impugnar a partida com o Atlético-PR e ficar com os três pontos perdidos naquela derrota.


Fonte Agência Estado
Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Em Natal, criança com paralisia vence limitações por paixão pelo ABC


No último fim de semana, imagens fortes de uma briga envolvendo torcidas organizadas de Atlético-PR e Vasco chocaram o Brasil e o mundo, e mostraram a selvageria que a intolerância é capaz de causar. Em Natal, uma história emocionante surge como um bom exemplo para mostrar que a união através do futebol ainda pode ser uma esperança de dias melhores. É o caso de Arthur e da família Andrade.

Arthur Henrique tem apenas nove anos de idade. Não anda e nem enxerga, consequência de uma paralisia cerebral. Mesmo com estas limitações, o garoto encanta a todos com a sua paixão pelo futebol e pelo ABC, em especial.

- Vou empurrar ele para Série A. Vamos empurrar, vamos empurrar, meu ABC para a Série A. Sua história é tradição - canta um animado Arthur.

O menino é apaixonado pelo alvinegro natalense, e a deficiência não o impede de acompanhar o clube seja ouvindo pela TV, ou pelo rádio. A mãe dele só tem a agradecer, pois foi através do esporte que o menino melhorou sua comunicação.

- O futebol foi uma das coisas que ajudou Arthur a falar. Com a deficiência dele, ele tinha dificuldade em se comunicar, em falar. Mas, a partir do momento que ele começou a ouvir as rádios com os locutores comentando, ele melhorou bastante. Ajudou muito - conta Valessia Andrade, mãe do garoto.

A história de Arthur já seria emocionante se acabasse assim, mas o que chama atenção na casa da família Andrade é que o pai do menino torce pelo maior rival, o América-RN.

- A gente tem que aprender a separar e administrar esse amor que a gente tem por times diferentes. Na verdade, precisamos ceder. Vivemos em um mundo onde nós precisamos a cada dia abdicar de algumas coisas para que possamos fazer nossos filhos felizes - afirma Rogério Andrade, pai de Arthur.

Muitos podem não entender a paixão de Arthur, mas para ele o que importa é o grito de gol, e toda a imaginação que faz parte do esporte.

- A gente precisa tratá-lo como uma criança normal que ele é, apenas respeitando as limitações dele - finalizou o pai.

Fonte Globo Esporte Natal

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Mantendo 100% no Mundial, Seleção Brasileira de handebol vence Japão


A Seleção Brasileira feminina de handebol conseguiu mais uma vitória no Mundial da Sérvia e manteve a invencibilidade na competição. O adversário desta quarta-feira foi o Japão, que pouco ameaçou a defesa adversária durante a partida e acabou derrotado por 24 a 20 pelas brasileiras.

Foi a quarta vitória em quatro jogos da equipe na competição. Antes das japonesas, o Brasil superou Algéria, China e Sérvia. A equipe agora aguarda pelo duelo entre Dinamarca e Sérvia, já que as dinamarquesas também estão com 100% de aproveitamento no Mundial. Caso vençam, o último duelo da primeira fase, entre Dinamarca e Brasil, nesta sexta, irá definir o líder do grupo B.

Dani Piedade garantiu uma ótima vantagem para o Brasil logo no início da partida, marcando três gols. O Japão, apostando na velocidade de suas jogadoras contra o físico das adversárias, foi atrás do resultado e empatou em 4 a 4, mas as brasileiras voltaram a ficar à frente no placar ao conseguir fechar o primeiro tempo em 12 a 8, mesmo com o técnico Morten Soubak mesclando titulares e reservas na maior parte do confronto.

Na segunda etapa, o Japão pouco assustou e só conseguiu reduzir a vantagem a uma diferença de três pontos, mas parou na defesa da Seleção Brasileira. O Brasil ainda chegou a abrir cinco pontos de diferença, quando conseguiu fazer 20 a 15, mas terminou o jogo em 24 a 20.

Fonte gazeta Esportiva

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Após sufoco na Série B, América-RN e ABC fazem balanço positivo do ano


As campanhas de ABC e América-RN na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano foram para deixar qualquer torcedor angustiado. As duas equipes brigaram até os “45 minutos do segundo tempo” para assegurarem a permanência na competição do próximo ano. O risco de rebaixamento só foi eliminado na penúltima rodada. No Mais Querido, a recuperação foi atribuída ao trabalho motivacional do técnico Roberto Fernandes, contratado com a missão de livrar a equipe da degola e que trouxe consigo uma extensa lista de reforços. Já o Mecão teve uma campanha irregular, com altos e baixos, e após o insucesso de Argel Fucks e Pintado, foi buscar nas suas bases um comandante para assegurar o time na Segundona.

Na tabela final de classificação, o América terminou na 13ª colocação, com 47 pontos, ficando à frente do rival, ABC, que atingiu 46. Segundo o presidente alvirrubro, Alex Padang, a aposta em Leandro Sena, que comandava o time sub-20, e os resultados obtidos na reta final foram “um saldo muito bom para o clube permanecer na Série B”.

- Quando Leandro Sena assumiu, engrenamos de uma forma muito boa. Ele conseguiu ajeitar o time de uma maneira mais rápida e em tempo de livrar a equipe do rebaixamento. Já Argel e Pintado são excelentes treinadores, mas não encaixaram junto ao grupo. Argel estava na Série A com o Criciúma. Pintado, por sua vez, vai trabalhar na divisão especial do campeonato mais caro do futebol nacional no próximo ano, o Paulistão. Não temos nada a reclamar dos dois treinadores, mas lamentar que o trabalho não tenha sido de uma forma tão positiva - disse Alex Padang.

Do outro lado, após passar boa parte da temporada na lanterna da competição - foram 22 rodadas -, o ABC reagiu a tempo e conseguiu se manter na Série B do Brasileirão. Um alívio para os torcedores e também para a saúde financeira do clube, que garante alguns milhões de reais em 2014 pela permanência. Para o presidente do alvinegro, Rubens Guilherme, grande parte desse mérito se deve à contratação do técnico Roberto Fernandes.

- O perfil dos treinadores que escolhemos no início do ano não era adequado ao momento do ABC. Decidimos fazer uma mudança mais drástica no comando e contratamos um treinador que participou mais, que foi mais cobrador, mais motivador. Após a contratação de Roberto Fernandes, o ABC mudou o rumo. Mantivemos a autoestima do nosso torcedor lá em cima. Enquanto todo mundo dava como perdida a situação do ABC, nós ressurgimos e tivemos o resultado. No entanto, não foi só o Roberto, mas sim, toda a comissão técnica, e os jogadores que aceitaram o trabalho dele - explicou Rubens Guilherme.

- Para nós, que jogamos dois anos e meio fora de Natal, e se mantendo num bom ritmo de jogos e campanhas, foi um saldo muito bom para o clube permanecer na Série B. Este ano, conseguimos um empresário (Marconi Barreto, presidente do Globo FC) que topou construir um estádio para 10 mil lugares (em Ceará-Mirim), mas por conta da pressa e de problemas técnicos, tivemos alguns prejuízos. Logo após, por conta da reclamação das outras equipes da Série B, principalmente por parte do gramado, voltamos para Goianinha e reencontramos as vitórias - explicou.

Com os gastos excessivos e o pouco público nos estádios, as contas alvirrubras foram para o “vermelho”. Segundo Padang, alguns clubes precisam de um reajuste quanto ao pagamento dos direitos de transmissões dos jogos, já que os valores de patrocínio acabam sendo comprometidos com premiações “extras” aos jogadores.

- Nos últimos anos, tivemos três participações na Série A, dois anos na C e o restante na Série B. Tivemos altos e baixos nas receitas, muito mais devido aos gastos por jogar fora de Natal. Além disso, as cotas de patrocínio que são repassadas aos clubes precisam de um reajuste. Atualmente, por direitos de transmissão, são repassados R$ 3 milhões para o América, assim como as outras equipes, menos para Palmeiras e Sport (que subiram para a Série A) - contou.

A má campanha do ABC nesta Série B também poderia comprometer o planejamento para o próximo ano. De acordo com o departamento de marketing do ABC, o clube teria uma série de prejuízos financeiros caso tivesse caído para a Série C do Brasileirão. Somente de cotas de transmissão dos jogos para televisão, cerca de R$ 3 milhões seriam perdidos. Sem falar na Timemania, que renderia menos apostas com o time jogando na Terceira Divisão.

Além disso, poderia haver diminuição no valor dos contratos com os atuais patrocinadores e a queda também anularia a possibilidade de patrocínios futuros, como o da Caixa, que não investe em equipes da Série C. Atualmente, o ABC negocia um patrocínio da empresa para o próximo ano. No que diz respeito ao programa de Sócio Torcedor, o alvinegro tem hoje cerca de 3.500 sócios - sendo 2.500 adimplentes. O objetivo é alcançar um número próximo de 5.000 ainda este ano. E caso o ABC não tivesse se garantido na Série B, esse crescimento se tornaria inviável, confessa Stênio Dantas, superintendente de marketing do ABC.

- Se o ABC caísse, com certeza o torcedor ficaria desestimulado com o clube e muitos não iam renovar o seu sócio torcedor. Imagine se haveria novas aquisições... Perderíamos muitos sócios. Agora que ficamos na Série B, contamos com a empolgação do torcedor para nos ajudar a formar o time para 2014 - concluiu.

Por Jocaff Souza e Klênyo Galvão Natal Foto Jocaff Souza

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Entre méritos e desavenças, Padang deixa presidência do América após dois anos


Nesta quinta-feira (11), o deputado estadual e ex-presidente do América, Gustavo Carvalho deve ser reconduzido à presidência do clube por aclamação depois de sete anos, já que não há até à véspera do pleito, uma chapa concorrente. Por outro lado, o presidente Alex Padang está nas horas finais no cargo e fala com certo saudosismo dos dois anos em que ocupou a função que, segundo ele mesmo, tem sido motivo de orgulho.

Padang assumiu a função no início da temporada de 2012, ano em que o América retornou à Série B do Brasileiro. Em meio à sua administração, o dirigente viu a equipe pôr fim a um jejum de oito anos sem conquista de títulos estaduais e ter uma participação na Segundona consistente, com várias rodadas no G4 e a liderança da competição por algumas.

“Eu estou muito orgulhoso. Conselheiro me ligou perguntando porque não era candidato. Aconteceu algo parecido em 2011, não tinha candidato, me convidaram, mas eu tinha que me aprimorar. Queria ser um presidente diferente e neguei com a promessa de ser presidente sete meses depois. Hoje deixo o clube com credibilidade no mercado do futebol, empresários, jogadores, com a CBF, Federação e a própria imprensa, no geral. pela responsabilidade com que conduzi o clube”, ponderou.

O empresário revela ter sido convidado a assumir o clube em 2011. À época, afirmou não estar pronto, mas garantiu ter participado da força-tarefa que garantiu a condução de Hermano Morais ao cargo, oportunidade em que o clube conseguiu o acesso à Série B. Mas entre idas e vindas, ele garante estar orgulhoso pelo papel protagonizado no comando do América.

“Na hora que se passa oito anos sem títulos e ganha, classifica para Copa do Brasil, disputa todas as decisões do Estadual e vai a todas as competições que houve vaga em disputa, além de chegar com o calendário cheio para o presidente seguinte assumir, acredito que conseguimos um saldo positivo”, afirmou Padang.

Para ele, os dois anos à frente do Alvirrubro foram suficiente para alcançar os objetivos possíveis e traçados no início da administração. Um deles é o fato de o clube ter conseguido quitar valores próximos de R$ 2,5 milhões em dívidas, segundo o dirigente, além de ter tendo conquistado como patrimônio dois apartamentos numa permuta em um condomínio numa parceria com uma empresa que patrocinou o clube no ano de 2012.

Além disso, ele contabiliza a evolução das categorias de base do clube que, no início de sua gestão, tinha seis garotos e chega ao fim com 42 jovens alojados no centro de treinamento do clube. Padang destaca ainda o fato de terem sido negociados jovens atletas, como o zagueiro Gerson Junior (Atlético-PR), atacante Ita (Grêmio), além de jogadores Isac (futebol chinês) e Wanderson (América-MG).

Curiosamente, os últimos três presidentes do clube renunciaram ao cargo ou tiveram mandato “tampão”. Situação contrária a do dirigente que deixa o cargo nas próximas horas. Padang já passou por diversas funções no clube, revela que chegou a receber contato de conselheiros americanos questionando o fato de ele não voltar a disputar o pleito.

Sem campo
Uma das maiores dificuldades sofridas pelo dirigente americano no cargo foi a ausência de um estádio para o clube realizar os jogos na Série B do Brasileiro entre 2012 e 2013. Na primeira, o clube precisou instalar arquibancadas móveis para atuar em Goianinha, município a quase 60 quilômetros de Natal.

Este ano, atuou parte da temporada em Ceará-Mirim, no Estádio Barretão, e assim como na cidade da região Agreste, sofreu com a baixa média de público e rendas mínimas. Conseguiu retornar a Goianinha no meio da Série B, a partir de negociações com CBF que resultaram na dispensa da exigência da instalação, novamente de arquibancadas móveis, para atender a capacidade de 10 mil lugares para jogos da Segundona.

Para o dirigente, o cenário ao assumir o cargo no América exigiu uma coragem que poucos teriam. “Coragem é um dos fatores que mais aposto, assumi um time que não sabia onde iria jogar, com o quadro de sócios muito abaixo, sequer vendia camisas. O cara compra camisa para ir para o estádio. O América não tinha patrocinadores, existia a pressão sem título estadual, um descenso recente, mas me determinei a colocar uma marca. E cumpri. Não vendemos nenhum patrimônio do clube e deixamos o América com patrocinadores, patrimônio e uma crescente de sócios”, avalia.

Desavenças e Série A
Em meio às turbulências financeiras ou políticas, o clube mostrou constantemente durante a gestão de Alex Padang uma ebulição política, em especial, a partir das fortes opiniões de conselheiros e ex-presidentes do clube que, em dado momento, se opuseram às decisões do atual mandatário.

Para Alex, a situação foi vista com naturalidade e todas as questões foram conduzidas sem qualquer questão pessoal envolvida.

“Houve sim algumas desavenças, mas não tem como administrar um time como o América por dois anos, de massa, com problemas que o América teve, conduzir o clube ser ter nenhum tipo de arranhão. Nunca nada pessoal. Viram que fomos capazes de solucionar, problema duro para mim. Houve uma ala no América que queria que jogássemos cinco anos em Ceará-Mirim. Teve gente que brigou comigo”, conta.

Padang admite o perfil centralizador da gestão do clube e revela ter sido presidente de fato muitas vezes, mas se negou a dizer em quais oportunidades. Ainda assim, ele garante que a divisão dos méritos ocorre, com a centralização apenas das responsabilidades e em caso de revés, a “culpa é do presidente”. Alex, que agradeceu aos diretores que o acompanharam na gestão, ainda defendeu a renovação não apenas no conselho, mas também em cargos diretivos do clube para formação de novos dirigentes.

O sonho da Série A ainda é vivido por Padang, mas segundo ele, o América precisará mais do que nunca do apoio do torcedor para conseguir superar as dificuldades do futebol atual em que o poder financeiro cria “abismos” entre os clubes. “Se quiser subir para Série A tem que ter 5 mil sócios até o final de janeiro”, disse ele, maior garoto-propaganda do programa de sócios do clube Alvirrubro.

O dirigente encerrou a entrevista destacando a sensação de ocupar a presidência do clube de fato e revelou ter estranhado por muito tempo ser chamado pela alcunha de “presidente”. Padang diz ter passado no “vestibular” aplicado pela torcida.

“O sentimento é de que passou no vestibular e seu pai está olhando para você. É como se a torcida tivesse olhando para mim e aprovado. Se a torcida está feliz, Conselho feliz, então nossa passagem foi positiva e estou feliz”, concluiu.

Por Bruno Araújo via Portal no Ar
Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

Dribles, passe e gols: Neymar dá show e Barcelona goleia o Celtic

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013

A angústia de Neymar na Liga dos Campeões teve fim neste quarta-feira em grande estilo. O astro brasileiro chamou a reponsabilidade para ajudar o desfalcado Barcelona diante do Celtic e foi essencial para fazer as vaias se transformarem em aplausos no Camp Nou com o 6 a 1 no placar e o show no gramado. O ex-santista driblou, deu passe para gol e finalmente desencantou na Championsao anotar três gols e deixar o Barça classificado em primeiro no grupo H.

Já classificado para as oitavas de final, o time catalão entrou em campo para confirmar a primeira posição em sua chave e não deu nem tempo para qualquer possibilidade de zebra. Logo aos seis minutos de partida, o chileno Alexis Sánches invadiu a área pela direita, bateu cruzado e foi travado pela defesa. Piqué aproveitou vacilo de Ambrose e estufou as redes.

Acomodado com a vantagem, o Barça passou a trocar passes despretensiosos e os jogadores exageravam na individualidade a cada descida para o ataque. O que era festa pelo primeiro gol virou silêncio e, depois, vaias para os atletas. Gerardo Martino também se mostrava irritado com seus comandados em campo e resolveu abrir Neymar na ponta esquerda.

A mudança surtiu efeito. O brasileiro parecia desconfortável na função de falso 9 e logo no primeiro lance pela lateral fez fila na defesa escocesa e só foi travado no momento do chute. Já aos 39 minutos, Piqué acertou ótima enfiada de trivela para Neymar e viu o camisa chamar a responsabilidade com as ausências de Lionel Messi e Césc Fabrgas.

O atacante pedalou e deixou Ambrose para trás com facilidade antes de tocar para trás e deixar Pedro livre para ampliar. Quatro minutos depois, Alexis mandou lindo passe por elevação para Montoya invadir a área pela direita e, em jogada semelhante, ser o garçom do primeiro gol de Neymar em competições europeias.

As vaias sumiram de vez do Camp Nou, mas o clima ainda era de desconfiança quando o segundo tempo começou. Mas Neymar estava inspirado e colocou o estádio em êxtase já com dois minutos. Sergi Roberto tocou de primeira, Neymar deixou de calcanhar para Xavi e recebeu na frente. Em velocidade, deixou dois marcadores para trás e bateu de canhota para acertar o ângulo de Forster.

A vida do goleiro não estava fácil e aos seis minutos Xavi exigiu grande defesa em cobrança de falta. Aos 12, Forster teve de buscar a bola no fundo do gol mais uma vez. Adriano enfiou para Neymar na grande área e viu uma pintura no Camp Nou.

O ex-santista pedalou e aplicou caneta humilhante em Ambrose antes de bater colocado e sair para comemorar. Segundo o site oficial do Barça, Neymer se tornou o primeiro jogador a fazer três gols em um só jogo de Copa Libertadores da América e de Liga dos Campeões.

O quarto gol por pouco não saiu aos 19, mas Pedro se precipitou e atrapalhou o brasileiro, que já havia driblado o goleiro e se armava para chutar. Alexis foi para o banco de reservas e o jovem Tello entrou em campo para participar da festa e retribuiu o convite com belo presente ao receber de Adriano na entrada da área, bater e contar com desvio para anotar o sexto dos culé.

Neymar seguia em dia inspirado e esteve perto de anotar o sétimo quando entortou Ambrose mais uma vez e bateu rasteiro para Forster salvar com o pé. Aos 34 minutos da etapa complementar, o show de Neymar foi encerrado quando Gerardo Martino mandou o jovem Dongou a campo e o brasileiro foi ovacionado pela torcida catalã. Nos minutos finais, Samaras descontou em cabeçada precisa após lance de bola parada.

Com o espetáculo em campo, o Barcelona chega aos 13 pontos no grupo H e se garante em primeiro lugar para esperar o sorteio das oitavas de final da Liga dos Campeões. No outro confronto da chave, o Milan segurou empate sem gols com o Ajax mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo e avançou no segundo lugar com nove pontos. Os holandeses, com sete, vão à Liga Europa e o Celtic fica na lanterna.

Fonte Futebol/Liga dos Campeões da Europa Barcelona

Atualizado em 12 de Dezembro de 2013