domingo, 5 de abril de 2015

Berço do futebol potiguar, Juvenal Lamartine é homenageado com taça

Troféu do Campeonato Potiguar homenageia Estádio Juvenal Lamartine (Foto: Divulgação)

Entre tantos altos edifícios, no meio do bairro do Tirol, em Natal, está encravado o Estádio Juvenal Lamartine, onde boa parte da história do futebol potiguar foi escrita, em uma época considerada por muitos a melhor do esporte bretão no estado. Nos anos dourados do estádio, Pelé e Garrincha já desfilaram sua técnica e competência por lá. 

Mas não só de craques da seleção brasileira é feita a história do estádio, carinhosamente chamado de JL. Foi lá também que ABC, América-RN e Alecrim começaram a trilhar suas trajetórias como clubes de futebol. E, em 2015, ano em que as três equipes da capital completam 100 anos de fundação, uma homenagem será feita ao JL: o troféu do Campeonato Potiguar deste ano será uma réplica em 3D do antigo estádio.

A responsável pela criação da taça, a designer Ana Luiza Moura, explicou que a ideia de transformar o Juvenal Lamartine no troféu do estadual deste ano veio principalmente pela importância que o estádio tem para as equipes centenárias. Ela também explicou todas as etapas do processo de criação que transformou a praça esportiva em um troféu.

- O processo de desenvolvimento do troféu foi feito basicamente em três dias. No primeiro dia nós apenas visitamos o local, no segundo procuramos referências de outros campeonatos que fizeram o mesmo tipo de iniciativa. O terceiro dia foi quando eu comecei a colocar a mão na massa, ilustrando e buscando pegar alguns detalhes da arquitetura do estádio, de como ele era quando foi inaugurado - declarou Ana Luiza.

Fundado na década de 20, o Juvenal Lamartine é considerado desde o final de 2014 pelo Tribunal de Justiça do Estado como patrimônio histórico, cultural, esportivo e arquitetônico do RN, e por isso não pode sofrer alterações muito bruscas em sua estrutura. Porém, antes disso, desde a sua inauguração, algumas reformas foram feitas, alterando um pouco a "cara" do estádio. Como a ideia era fazer um troféu que representasse o JL na época de sua inauguração, essa foi exatamente a maior dificuldade encontrada no processo de criação do troféu.

- Foi difícil porque hoje em dia o estádio está muito mudado em relação ao que era antes, eu procurei me basear em fotos da época para capturar os detalhes principais do estádio - disse.

Fonte Globo Esporte

Com 75 pagantes, Alecrim e Globo FC ficam no empate no Nazarenão



Alecrim e Globo FC entraram em campo em pleno domingo de Páscoa para fechar a segunda rodada do returno do Campeonato Potiguar e levaram um público de 128 torcedores - sendo apenas 75 pagantes - ao Estádio Nazarenão, em Goianinha. No gramado, o destaque ficou com o goleiro alecrinense Danilo, que já defendeu a seleção de Guiné Equatorial. O arqueiro fez excelente partida e garantiu o placar de 1 a 1, na estreia do treinador Pedrinho Albuquerque no comando da Águia de Ceará-Mirim. 

Só no primeiro tempo, o Globo teve pelo menos oito boas chances de marcar, mas, na maioria delas, o goleiro Danilo se agigantou e fez grandes defesas segurando o placar para o Alecrim. Na segunda etapa, o jogador naturalizado guinéu-equatoriano continuou fechando o gol e impedindo as investidas do Tricolor, que passou a jogar com Marcel e Fábio Silva dentro da área. O técnico Anthoni Santoro promoveu as entradas de Hugo e Didi Potiguar até conseguiu chegar mais no ataque, mas não conseguiu alterar os números no placar. Com o empate, o Globo segue na terceira posição, agora com quatro pontos, enquanto o Alecrim subiu uma posição e agora está em sexto.



O Globo FC começou melhor, mais ofensivo, enquanto o Alecrim apostava nos contragolpes. E no momento em que o Alviverde tomava sufoco, Quirino fez boa jogada individual e serviu Felipe Moreira, artilheiro da equipe. De biquinho, o atacante bateu da entrada da área na saída do goleiro Rafael e fez o quinto gol dele no Potiguar aos 14 minutos. Quem também anotou o quinto gol foi o Romarinho, aos 21. Na disputa de bola dentro da área alecrinense, Índio Oliveira tentou, mas o goleiro Danilo fez a defesa. No rebote, o atacante bateu forte e empatou para o Tricolor.

Na terceira rodada, marcada para quarta-feira, o Alecrim vai até o Nogueirão para enfrentar o Potiguar de Mossoró, às 20h. O Globo FC vai até o Iberezão, onde pega o Santa Cruz-RN, que briga pela liderança do campeonato. A partida também será às 20h.


Fonte Globo Esporte RN

Titular, meia Chiclete exalta trabalho das bases do ABC: "Muita qualidade"


Chiclete marca contra o Potiguar e sonha com titularidade no ABC

Jogador recebeu do técnico Josué Teixeira a oportunidade de jogar como titular em partida contra o Potiguar de Mossoró e aproveitou muito bem, fazendo o gol que abriu caminho para vitória.


O ABC tem um histórico recente considerável de vários atletas formados nas categorias de base do clube. O volante Edson, que atua no Fluminense; o meia Rodriguinho, que passou por Corinthians e Grêmio e está no futebol árabe; e ainda o atacante Wallyson, que jogou no São Paulo, Cruzeiro e hoje veste a camisa do Coritiba, são alguns exemplos do trabalho de formação alvinegro. A bola da vez agora no Frasqueirão é o meia Jandson Chiclete. O atleta recebeu do técnico Josué Teixeira a oportunidade de atuar pela primeira vez como titular diante do Potiguar de Mossoró e não decepcionou. Chiclete marcou o gol que abriu o caminho para a vitória, após passe do meia Erivélton, também formado na base do ABC.

- Na verdade, Erivélton é um pouco mais velho do que eu e não chegamos a jogar juntos na base, mas no time profissional agora sempre conversamos para aparecer, para fazer as jogadas e mostrar o nosso futebol. No jogo passado ele fez gol e agora eu fiz um gol. Isso mostra que a base do ABC tem muita qualidade - exalta.

Além de ser brindado com o gol, o jogador de 19 anos mostrou boa movimentação durante o primeiro tempo, atuando como um terceiro atacante. Na segunda etapa, cansado, deu lugar a Wellington Bruno, o estreante da noite. Ao final da partida, Chiclete fez questão de agradecer ao técnico Josué Teixeira pela chance de começar jogando diante do Potiguar.

- É uma oportunidade que nunca tive. Entrei com o professor Roberto Fonseca, mas, como titular, foi a primeira vez. Só tenho que agradecer ao professor Josué (Teixeira) pela oportunidade e espero manter. Eu já tinha marcado um gol contra o Globo FC, no estadual (na última rodada do primeiro turno). Tenho agora que treinar forte. No treino a gente segura a vaga de titular no jogo. Acho que é isso. É treinar, realmente muito forte, para continuar no time de cima - completou.

O resultado conquistado na noite de sábado recolocou o Mais Querido na liderança do segundo turno do estadual e a cobrança da torcida pelo título se torna mais um fator de motivação para o elenco.

- A gente quer muito ser campeão. A torcida está cobrando bastante esse título e a gente espera ser campeão, sim - conta Chiclete.

Na próxima rodada, o Alvinegro vai até Goianinha para enfrentar o Palmeira no Estádio Nazarenão. O jogo está marcado para quarta-feira, às 20h. Com seis pontos, o Alvinegro lidera a competição. O Verdão é o quinto colocado, com apenas um ponto.

Fonte Globo Esporte