quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Dunga se reúne com ex-jogadores da Seleção Brasileira para ouvir opiniões

Na reunião, Dunga, del Nero e Gilmar Rinaldi ouviram ideias sobre o futebol brasileiro (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Um time de estrelas que brilharam com a Seleção canarinho no último século e no início do atual se reuniu nesta quarta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. O encontro, segundo promovido pelo Conselho de Desenvolvimento do Futebol Brasileiro após convidar técnicos, colocou frente a frente com Dunga ex-atletas que vestiram a amarelinha em diferentes épocas.

Os convidados que compareceram à reunião foram Denílson, Edmílson, Edu, Jairzinho, Juninho Paulista, Júnior, Mauro Silva, Oscar Bernardi, Piazza, Ricardo Rocha, Roque Júnior e Vampeta.

Entre os dirigentes, estiveram no encontro para tomar nota das sugestões e comentários o presidente e o secretário-geral da CBF, Marco Polo del Nero e Walter Feldman, além do coordenador de seleções Gilmar Rinaldi.

Tendo todos os ex-atletas presentes experiências em Copa do Mundo, um dos principais pontos abordados no encontro foi a preparação da Seleção Brasileira para o Mundial da Rússia, em 2018, começando, é claro, pelas Eliminatórias, que têm início no próximo mês de outubro.

Após a reunião, Dunga salientou a importância de tais encontros, principalmente levando em conta que os presentes atualmente desempenham diferentes funções relacionadas a futebol, desde administrativas em clubes (como Vampeta no Grêmio Osasco e Juninho Paulista no Ituano) até experiências à beira do gramado (Roque Júnior, Jairzinho) e na imprensa esportiva (Denílson, Edmílson, Júnior e Ricardo Rocha).

“Cada um trouxe sua opinião de como vê as coisas, como jogador, como dirigente, como treinador, como jornalista. Isso facilita muito para que nós tenhamos um entendimento sobre onde podemos melhorar. Quando há reuniões assim, a gente anota, vai para casa, pensa, rediscute para ver o que podemos assimilar, o que podemos aproveitar. O que importa é a ideia em si, não quem deu a ideia, como diz o Gilmar (Rinaldi). O que a gente quer é ganhar, não ter razão”, disse o técnico da Seleção.

Fonte Gazeta Esportiva Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Seleção feminina de vôlei vence a Turquia e conquista Mundial sub-23

Além do título mundial, o Brasil ainda foi representado na eleição de melhor atleta do torneio (Foto: FIVB/Divulgação)

No que depender das meninas da atual Seleção Brasileira sub-23, o futuro do vôlei feminino nacional está em boas mãos. Nesta quarta-feira 19, o Brasil venceu a Turquia por 3 sets a 1 em plena cidade turca de Ankara e se sagrou campeã do Mundial da categoria.

O ginásio Ankara’s Arena Hall recebeu 7.600 torcedores na decisão, realizada nesta tarde. A partida teve parciais de 25/21, 21/25, 25/19 e 25/22, derrubando a invencibilidade das anfitriãs justamente na final do torneio.

A maior pontuadora da partida foi Rosamaria, com 17 acertos (sendo 13 de ataque e quatro de bloqueio). Em seguida, vieram Saraelen, com 16, Drussyla, com 13, Milka, com 11, e Gabi, com 10.

“Vencemos essa competição como um time. A sensação é maravilhosa e estou muito feliz. Tenho que agradecer pelo apoio que recebemos dos torcedores brasileiros, que nos apoiaram durante toda a nossa campanha”, lembrou Rosamaria. O desempenho foi muito elogiado pelo técnico Wagão.

“Nós respeitamos a Turquia, que tem um time de qualidade e um grande treinador. A partida de hoje foi uma verdadeira batalha e nós jogamos bem melhor do que o nosso confronto anterior contra as turcas, quando perdemos por 3 sets a 0”, avaliou o comandante brasileiro.

“A equipe cumpriu tudo o que foi estabelecido taticamente. Por isso, pressionamos a Turquia durante todo o jogo. Estou muito orgulhoso das nossas jogadoras. Elas se dedicaram muito para conquistar esse título e mostraram muita força como um grupo”, exaltou Wagão.

“O desempenho e a dedicação me deixaram muito satisfeito. Esse título é de todos que trabalham, torem e fazem do voleibol um esporte forte e vencedor”, finalizou o treinador.

Pelo desempenho geral no torneio, a levantadora Juma foi eleita como a melhor jogadora do Mundial sub-23. “Essa foi uma competição muito difícil e desafiante. Não posso acreditar que somos campeãs e que eu ganhei esse prêmio. Estou emocionada e dedico esses prêmios individuais às minhas companheiras de equipe”, emocionou-se Juma.

Fonte Gazeta Esportiva Foto: FIVB/Divulgação

Pais e filhos se reúnem para a prática da corrida de rua em Natal

Crianças têm participado de provas ao lado dos pais (Foto: Divulgação)

As corridas de rua têm registrado, nos últimos anos, um crescimento cada vez maior não só na quantidade de circuitos ou de inscrições. O que chama a atenção é o número crescente de crianças inscritas nas provas. A adesão conta com a aprovação dos profissionais da saúde e dos pais, a maioria atleta e fonte de inspiração.

São muitas as restrições de treino, mas, no geral, os pequenos corredores recebem os mesmos benefícios que um adulto: melhoria da condição aeróbica, sociabilização e entretenimento. Resultados, normalmente, buscados por quem entra na meia idade. A médica Rossana Rebelo passou a correr com o marido para manter a saúde em dia.

“Eu precisava melhorar as taxas, colesterol, glicose e triglicerídeos. Tive diabete gestacional e vi que precisava mudar”, relata. Em 10 anos já foram 2 maratonas na conta e outras 7 meias maratonas.

Para coroar a nova rotina, há 02 anos ela ganhou novas companhias para as corridas, os dois filhos. “Eles já são atletas, sempre se exercitaram. Minha filha Letícia faz judô e meu filho Nicolas pratica basquete. Só que eles começaram a querer nos acompanhar também nos treinos de corrida de rua e não vi nenhum problema. Pelo contrário, assim estamos ainda mais tempo juntos”, conta a médica.

Os treinos dos pais seguem uma rotina mais regrada, já os filhos treinam com freqüência. Mesmo assim sem a exigem do treino, os pequenos já aderiram ao principal hábito dos corredores: vencer as próprias metas. Letícia e Nicolas aumentaram o ritmo de treinos e estão se preparando para a próxima etapa da Track&Field Run Series Natal Shopping, marcada para o dia 20 de Setembro.

“A gente não cobra os treinos, mas eles estão sempre correndo inclusive porque ajuda na resistência dos outros esportes que eles praticam”, explica a mãe. A postura de pouca cobrança é aprovada pelos estudiosos. As pesquisas em diversos países mostram que aqueles jovens que foram submetidos a um treinamento muito exigente antes dos 15 anos não tiveram uma carreira esportiva longa.

Na hora de aderir à corrida de rua, os pequenos atletas devem ficar atentos às restrições. Especialistas orientam que pessoas menores de 19 anos não devem correr provas acima de 5km. Os treinos também não devem superar os 20 minutos de corrida. E tudo sempre acompanhado de um orientador físico. “Buscamos a consultoria de um especialista na hora antes de permitir que os garotos aderissem a corrida e isso fez toda a diferença”, explica Rossana Rebelo.

Fonte Portal no Ar Foto: Divulgação

Santa Cruz de Natal se prepara para estreia na 2ª divisão do Potiguar

Edmar Pereira - técnico do Santa Cruz de Natal (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)

A equipe do Santa Cruz de Natal encerrou a preparação para a disputa da segunda divisão do Campeonato Potiguar com um jogo-treino contra os reservas do ABC, na terça-feira. Apesar da derrota por 2 a 0, o técnico Edmar Pereira afirmou que a partida foi importante para ajustar o posicionamento da equipe, que estreia contra o Atlético Potengi, no sábado. 

O time base do Santa, que enfrentou o Alvinegro, tem Daylon, Lucas, David, Rafael e Diógenys; Piúba, Andrey, Pedro Ivo e Juninho Bahia; Pará e Hudson. Alguns deles já são conhecidos pelos torcedores potiguares. O jovem goleiro Daylon foi revelado pelo Palmeira de Goianinha e o volante Piúba foi destaque do Alecrim no estadual deste ano. O meia Pedro Ivo também tem passagem pelo Verdão, enquanto Juninho Bahia já atuou pelo Potyguar de Currais Novos e Baraúnas. A equipe conta ainda com o lateral-direito Lucas e o atacante Hudson, vindos do Fortaleza.

- Nosso forte é o conjunto porque temos uma boa mescla de jogadores. Estamos tentando trazer mais uma ou duas peças para fecharmos o grupo. É de suma importância começar com o pé direito porque é uma competição de tiro curto - comentou Edmar Pereira.

De acordo com o regulamento da competição, em toda partida será obrigatório que estejam relacionados pelo menos seis atletas com menos de 20 anos, dos quais pelo menos três devem ser utilizados durante o jogo. Entre os atletas sub-20, Edmar destacou a presença de Michel e Novinho, apostas do clube para conseguir o acesso.

A segunda divisão do Campeonato Potiguar terá a participação de quatro times, que se enfrentam em jogos de ida e volta. Ao fim das seis rodadas, a equipe que somar mais pontos garante o título e a vaga na primeira divisão do ano que vem. Além de Santa Cruz de Natal, também estão na disputa Atlético Potengi, Mossoró e Assu. 

Neste sábado, a rodada inaugural terá Santa Cruz de Natal x Atlético Potengi, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, às 16h; e Mossoró x Assu, no Estádio Nogueirão, em Mossoró, às 17h.

Fonte GE RN Foto: Jocaff Souza

Emprestado pelo Potiguar ao Mirassol, atacante Sávio pode estrear nesta quinta-feira na Copa Paulista

Sávio está relacionado e pode estrear esta noite no Mirassol (Foto: Divulgação/Agência Mirassol FC)

O atacante Sávio, de 20 anos, revelação e destaque do Potiguar nos últimos dois anos, terá, a partir desta quinta-feira (20), chance de mostrar seu potencial em um dos grandes centros do futebol brasileiro.

Emprestado pelo Alvirrubro mossoroense, o atacante está relacionado pelo Mirassol para o jogo contra o Penapolense, às 20h, no estádio José Maria de Campo Maia, o Maião, em Mirassol-SP.

A partida é válida pelo returno (6ª rodada) da Copa Paulista, competição disputada por 19 equipes, de acordo com critérios técnicos do Campeonato Paulista deste ano, e que premia campeão e vice com vaga na Copa do Brasil.

O Mirassol está no Grupo 1, onde ocupa a terceira posição, com seis pontos. Já o Penapolense é o vice-líder, com sete. A liderança é do Linense, que folga na rodada, com oito. Rio Preto, com três, e Catanduvense, com um, fazem o outro confronto da noite.

Levado pelo vice-presidente executivo do Potiguar, Tárcio Garcia, e pelo presidente do Conselho Deliberativo, Benjamim Machado, Sávio foi apresentado na segunda-feira (17) ao seu novo clube, assinou contrato e iniciou treinamentos para ser utilizado na disputa.

Antes de chegar ao Mirassol, Sávio estava se condicionando, treinando com o time sub-19 do Potiguar que disputa o estadual da categoria.

Fábio Oliveira/F9.net.br Foto: Divulgação/Agência Mirassol FC

Técnico Hélio dos Anjos adota discurso tranquilo na chegada ao ABC

Hélio dos Anjos esteve sozinho durante sua apresentação (Foto: Wellington Rocha/PortalNoAr)

O novo técnico do ABC, Hélio dos Anjos, se apresentou ao clube na tarde desta quarta-feira (19) esbanjando tranquilidade. O treinador, que esteve sozinho na mesa principal do auditório durante sua apresentação, afirmou que vai buscar revitalizar o grupo e tentar fazer a equipe alvinegra prevalecer, especialmente jogando no Frasqueirão.

“Não posso chegar aqui desesperado. O que eu prometo é que nós vamos ter um ABC diferente. Nós vamos revitalizar este grupo. Vamos buscar um perfil diferente”, afirmou.

Hélio dos Anjos comandou o primeiro treino da equipe nesta quarta-feira. Com um sorriso no rosto, brincou com os jogadores, orientou posicionamento e realizou um trabalho tático.

O time? Ainda não deu pistas sobre a formação, mas deverá promover o primeiro coletivo sob sua tutela nesta quinta-feira (20), quando o time viajará para o próximo compromisso pela Segundona, na cidade de Itápolis, interior de São Paulo.

O treinador lutará para levar o ABC à sua primeira vitória em casa. Em 10 partidas disputadas no Frasqueirão pela Série B, o Alvinegro empatou quatro e foi derrotado em seis oportunidades.

Com um aproveitamento de 13,33%, a equipe tem o pior retrospecto como mandante na competição. “A nossa casa é o melhor lugar pra se jogar. Precisamos prevalecer o mando de campo”, declarou Hélio.

Sobre o fato do ABC está na zona de rebaixamento no Brasileiro, Hélio dos Anjos garante que a situação “será passageira” e classifica os jogos que estão por vir como decisivos para permanência na Segunda Divisão nacional. “É jogo a jogo. Todos serão decisões”.

Hélio dos Anjos já faz sua estreia pelo Mais Querido no próximo sábado contra o Oeste-SP. Atualmente, o ABC ocupa a 18ª posição da Série B com 17 pontos.

Por Ayrton Freire Foto: Wellington Rocha/PortalNoAr