segunda-feira, 26 de outubro de 2015

FÓRMULA 1: Tricampeão, Hamilton confirma título alcançando marcas do ídolo Senna

Hamilton comemora título no pódio de Austin

Com o tricampeonato conquistado neste domingo, no GP dos Estados Unidos, Lewis Hamilton coroou uma brilhante temporada na qual alcançou ou até mesmo superou marcas históricas do seu ídolo Ayrton Senna, de quem se considera quase um discípulo no mundo da Fórmula 1. O feito mais importante, claro, foi igualar o número de títulos do brasileiro.

"É como se fosse um sonho muito maluco. É simplesmente sensacional", dissera o inglês, em entrevista recente, ao projetar a possibilidade de atingir as marcas de Senna, falecido em 1994.

O número de títulos agora está empatado. Mas as vitórias já ficaram para trás. Ele soma 42, contra as 41 obtidas por Senna ao longo de sua vitoriosa carreira na F1. Por muito pouco, Hamilton não alcançou uma improvável coincidência nesta marca. Ele teve a oportunidade de empatar com o brasileiro no número de vitórias (41) e no número de corridas completadas na categoria (161) no mesmo GP, em Cingapura. O inglês, contudo, abandonou a prova e desperdiçou a chance de coincidir todos os números.

Na corrida seguinte, no Japão, outro dado notável. Hamilton enfim venceu, atingiu as 41 vitórias em Suzuka, justamente no palco em que Senna conquistou seus três títulos (1988, 1990 e 1991). Na disputa geral, o inglês empata em 42 com o alemão Sebastian Vettel. Ambos estão atrás das 51 do francês Alain Prost e das quase inalcançáveis 91 do alemão Michael Schumacher.

Também nesta temporada Hamilton ultrapassou Senna no aproveitamento geral. Com 42 triunfos em 163 corridas, exibe rendimento de 25,77%. Senna obteve 25,31%, com 41 vitórias em 162 provas em que largou. Em outro momento em que o fã superou o ídolo, Hamilton chegou aos 83 pódios neste ano, contra 80 do brasileiro.

Em 2014, o inglês já havia desbancado Senna em número de vitórias consecutivas em apenas uma temporada. Foram cinco do piloto da Mercedes no ano passado. O brasileiro emplacara quatro triunfos seguidos em dois anos diferentes: 1988 e 1991.

Neste ano, Hamilton empatou com Senna nos triunfos conquistados de ponta a ponta, a partir da pole position. São sete para cada. O inglês, contudo, pode superar este número ainda neste ano nas três etapas restantes do campeonato, no México, no Brasil e em Abu Dabi.

Por Agência Estado

UFC reintegra oficialmente Jones ao seu plantel

Jon Jones afirma que está ansioso para voltar ao octógono – Foto Reprodução

Jon Jones está oficialmente de volta ao UFC. Afastado do maior torneio de MMA do mundo desde abril, quando causou um acidente automobilístico e fugiu sem prestar socorro à vítima, o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) teve seu retorno ao Ultimate oficializado nesta sexta-feira (23).

“Deixamos claro para o Jon que essa uma nova oportunidade para competir no UFC é um privilégio e não um direito e que há grandes expectativas que nós temos sobre sua conduta daqui para frente. Estamos felizes em ler notícias de que ele abraçou os termos do seu acordo e está usando essa experiência para crescer e se desenvolver como pessoa”, afirmou Lorenzo Fertitta, CEO do UFC, em comunicado oficial.

Jones foi condenado a 18 meses de liberdade condicional devido ao incidente que ele causou. Além disso, o americano está tendo que cumprir 72 aparições a grupos infantis para ministrar palestras e educar crianças sobre como evitar decisões ruins na vida.

“Sou grato por poder fazer o que eu amo novamente e estou ansioso para provar a mim mesmo que sou um campeão dentro e fora do octógono”, disse Jon Jones.

O UFC ainda busca uma data para que Jones volte a atuar no torneio. O adversário também não está definido, mas é provável que o ex-campeão retorne direto para disputar o título da categoria, que hoje pertence a Daniel Cormier. 

Fonte: Agência Fight Foto Divulgação

Potiguar Leandro Higo intensifica treinos para luta principal do RFA 32

Melvin Blumer (esq) e Leandro Higo (de amarelo à dir) RFA MMA (Foto: Arquivo Pessoal)

A estreia de potiguar Leandro "Pitbull" Higo no Resurrection Fight Alliance (RFA) no mês de agosto foi com o sucesso. O lutador venceu o americano Terrion Ware, no final do terceiro round. Desta vez, o potiguar se prepara para encarar outro americano, Melvin Blumer, de 33 anos, que tem no cartel 12 vitórias e apenas duas derrotas como profissional. O combate está marcado para o RFA 32, no dia 6 de novembro, em Minnesota, nos Estados Unidos.

Participante da quarta edição do The Ultimate Fight Brasil, Leandro Higo acumula 14 vitórias e duas derrotas na carreira. Restando poucos dias para o duelo, o atleta intensifica os treinamentos em Natal ao lado dos irmãos "Pitbull", o peso leve Patricky Freire e o campeão dos pesos pena do Bellator, Patrício Freire. Os trabalhos exigem muito da capacidade física do lutador. Na programação feita pela comissão técnica, o lutador precisa perder oito quilos para atingir os 61 kg exigidos na categoria galo.

- A preparação está a melhor possível, sempre buscando evoluir. Entrei na fase final do treinamento e vou precisar perder oito quilos para chegar ao peso ideal da categoria. Estou fazendo vários trabalhos com os meus professores. Na parte de kickboxing, Thiago Tourão é quem comanda; no boxe, o nosso novo professor chamado Marcos; no jiu-jitsu, Anistávio Gasparzinho; no wrestling, temos o nosso "Capitão das Américas" Eric Albarracin, e na preparação física, Mário Novaes - explicou.

Leandro Higo embarca para a luta no dia 2 de novembro. O potiguar faz escala em São Paulo e depois segue para a cidade de Prior Lake, em Minnesota. Na bagagem, além da esperança em conquistar mais uma vitória, segue junto a torcida para o amigo Patrício Pitbull, que também entra no octógono no mesmo dia. O compromisso de Patrício é a defesa de cinturão da categoria dos pesos-pena na edição 145 do Bellator, contra o americano Daniel Straus, em Missouri, nos Estados Unidos.

- Vou viajar apenas com Thiago Tourão porque o restante da equipe vai se juntar a Patrício, que vai defender o cinturão dele. Estou na torcida por ele, que é meu amigo, e tenho certeza que ele vai estar torcendo para mim. Vamos acreditar que vai dar certo - finalizou.

Por Jocaff Souza Natal Foto: Arquivo Pessoal

Arena América-RN: A realidade da casa própria

Aos poucos o sonho passa a se tornar uma grande realidade

O sonho de ver seu time jogar em um estádio próprio está cada vez mais próximo de se tornar realidade para o torcedor americano. A intenção é que a Arena América seja inaugurada ainda em 2015, ano do centenário alvirrubro, com um jogo festivo no mês de dezembro. “Vamos aproveitar o momento para homenagear nossos ídolos do passado. A ideia é promover uma grande confraternização com nossos ex-atletas. Um jogo dos Amigos de Moura contra os Amigos de Souza, por exemplo. Mas jogar oficialmente, só em 2016”, declara o vice-presidente de patrimônio e obras do alvirrubro e membro da Comissão de Construção da Arena América, Francisco Sobrinho. 

O engenheiro não descarta a possibilidade do alvirrubro jogar oficialmente em seu estádio já durante o Campeonato Potiguar 2016. “Temos um projeto que nos permite iniciar os jogos oficiais enquanto vamos tocando a obra dos camarotes. Diria que é muito difícil jogarmos lá em janeiro. Porém, o Campeonato Potiguar vai até abril e existe sim a possibilidade de mandarmos jogos lá durante a competição. Estamos trabalhando com o máximo de cuidado para que possamos receber nossos torcedores com conforto e segurança e o evento de dezembro vai servir como teste para o nosso planejamento”, disse.

A Arena América está sendo construída desde maio de 2012, quando foi dado início à limpeza e ao processo de terraplenagem do terreno localizado no CT Dr. Abílio de Medeiros, em Parnamirim. As fundações do Setor Oeste, único módulo que deve estar pronto na inauguração, foram colocadas em janeiro do ano seguinte, período em que a superestrutura começou a ser montada. Atualmente, o muro de contorno do estádio está concluído, portões e até mesmo as traves do gramado já foram colocados.

No formato inicial, o estádio apresentará capacidade para aproximadamente 5.000 lugares, a depender do tamanho das cadeiras utilizadas, e uma área de serviços. Na parte interna, haverá ambulatório, quatro vestiários para os times, vestiário para arbitragem, salas para aquecimento, posto policial, juizado especial, sala para exame antidoping, auditório e administração. A imprensa terá acesso exclusivo por um hall e utilizará um elevador para chegar as seis cabines de rádio e televisão e a uma bancada para 40 profissionais. Quando os camarotes estiverem prontos, mais 2.000 lugares estarão disponíveis e haverá também um restaurante no local. O gramado, que conta com modernos equipamentos de drenagem, será irrigado por meio de um projeto de reuso de água da chuva e de uma Estação de Tratamento de Esgoto localizada no próprio estádio.

Projetada em formato de “U”, com setores Oeste, Leste e Norte, a Arena possibilitará a realização de shows e eventos de pequeno porte em sua área interna. Quando seu anel inferior estiver finalizado, a “Arena do Dragão”, como também é conhecida, deverá ter capacidade para receber 17.000 pessoas, sendo 15.000 distribuídas entre os módulos e 2.000 no semicírculo que interligará, posteriormente, os setores. Estipula-se um total de 25.000 lugares, quando o anel superior for construído.

O dinheiro investido na construção da Arena América, calculado em R$ 5.300.000,00 (cinco milhões e trezentos mil reais) até o momento, foi conseguido com a venda de camarotes e cadeiras do estádio e por meio de doações de torcedores, que também se organizaram para contribuir com sacos de cimento. Serão 128 camarotes, onde cabem 10 pessoas, distribuídos em quatro andares, e dois deles foram destinados ao próprio América. Para adquirir a concessão de uso (por 15 anos) de um dos 126 camarotes disponíveis, os torcedores desembolsaram um valor que variava de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) a R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais), dependendo da proximidade ao centro do campo. Também foram vendidas cerca de 300 cadeiras, comercializadas a R$ 3.600,00 (três mil e seiscentos reais) a VIP e R$ 3.000,00 (três mil reais) a cativa. Atualmente os valores passaram para R$ 6 mil a VIP e R$ 5 mil a cativa.

Por Edmo Nathan Repórter Foto Adriano Abreu

Depois de voo cancelado, ABC viaja nesta segunda para encarar Paraná

Treino ABC (Foto: Divulgação ABC)

O ABC realizou neste domingo, no Estádio Frasqueirão, o último treino de preparação para o jogo contra o Paraná, remarcado para terça-feira 27, após o voo que levaria a delegação abecedista ter sido cancelado no sábado. A lista de relacionados foi mantida pelo técnico Sérgio China e o novo embarque está marcado para 0h20 desta segunda-feira, com saída prevista para 1h10.

Em nova data, a partida entre Paraná e ABC teve horário e local mantidos, e acontece às 21h (horário de Brasília) no Estádio Durival Britto, em Curitiba. O jogo será válido pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O técnico Sérgio China relacionou 19 jogadores do ABC para o jogo desta terça feira 27, contra o Paraná.

Confira a lista:
Goleiros: Saulo e Gilvan;
Laterais: Ednei, Reginaldo e Marcílio;
Zagueiros: Adriano Alves, Luizão e Marlon;
Volantes: Fábio Bahia, Rafael Miranda e Jardel;
Meias: Ronaldo Mendes, Erivélton, Jéferson Paulista e Chiclete;
Atacantes: Rafinha, Romarinho, Bismark e Pingo.

Fonte RN Natal Foto: Divulgação ABC