quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Marta é confirmada e Brasil terá força total em torneio internacional em Natal

Marta seleção brasileira (Foto: Getty Images)

A seleção brasileira contará com força máxima para a disputa do Torneio Internacional de Futebol Feminino em Natal. Quem garantiu a informação foi o técnico Vadão, que confirmou as presenças das atacantes Marta, Bia e Cristiane, da zagueira Érica e da lateral Tamires. As cinco atletas atuam fora do país e se juntarão as meninas que jogam por clubes brasileiros e realizam um trabalho concentrado na cidade de Itu, no interior de São Paulo. O local é o mesmo utilizado pela delegação do Japão durante a Copa do Mundo de 2014.

Eleita pela Fifa como a melhor do mundo por cinco vezes, Marta é o principal destaque da Seleção, que se prepara para lutar pelo ouro inédito nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, no próximo ano. Pela primeira vez fora da lista da melhores do mundo desde 2004, a brasileira de 29 anos deve encarar o torneio em Natal como uma motivação extra para 2016.

- Para a competição em Natal, nós vamos contar com todas as jogadoras que atuam fora do país, principalmente com a Marta, que tem uma qualidade indiscutível e estará em condições totais para atuar. Todas as jogadoras que jogam fora estarão aqui, os casos de Bia, que foi campeã sul-coreana; a Cristiane, que está na França; a Érica, que está na França; a Tamires, na Dinamarca; e a própria Marta, que está na Suécia. Elas abrem mão das férias para poder disputar um evento onde sabem que vão ajudar a modalidade. Já confirmamos a participação delas e as passagens já estão emitidas. Elas vão se incorporar ao nosso grupo que está treinando no interior de São Paulo, e que tem atletas como a Formiga, que está com 37 anos e joga um nível de futebol impressionante - comentou.

Em junho deste ano, o Brasil acabou eliminado do Mundial nas oitavas de final pela Austrália, por 1 a 0. Com a eliminação, surgiram as críticas na preparação e no calendário do futebol feminino brasileiro. Para Vadão, há um equívoco em se comparar o rendimento de seleções do futebol masculino e do feminino.

- No futebol se analisa muito a tradição, e quando nós perdemos no Mundial para a Austrália, muito se perguntou. Isso aconteceu porque as pessoas não conhecem a Austrália no futebol feminino. Então, quando são feitos esses torneios diversificando as seleções. Por exemplo, os Estados Unidos são top no feminino, mas nunca venceram no masculino - analisou.

Vadão ainda explicou como será a logística e a programação do Brasil para a competição, marcada entre os dias 9 a 20 de dezembro. O treinador contou que a delegação deve desembarcar no Rio Grande do Norte no dia 3 ou 4 de dezembro. Antes, as jogadoras farão dois amistosos contra a Nova Zelândia, nos dias 28 de novembro de 1º de dezembro. Cuiabá é uma das cidades que receberá as seleções. A segunda localidade ainda está sendo definida pela CBF. 

- Nós temos, antes de vir para Natal, dois jogos com a Nova Zelândia aqui no Brasil. Na época do Mundial, nós fizemos dois jogos lá. Então, a primeira data é dia 28 de novembro e a segunda é dia 1º de dezembro. Um dos jogos será em Cuiabá, o outro ainda está sendo definido o local nos próximos dias. Baseado nisso, a gente vai fazer a nossa logística para cá. A nossa intenção, se o segundo amistoso for longe de São Paulo, onde nós estamos treinando, vamos preferir já sair de lá e vir direto para Natal e ficar treinando até a data da estreia. Eu acredito que a gente possa chegar a Natal no dia 3 ou 4 de dezembro - finalizou.

Por Jocaff Souza e Augusto Gomes Natal Foto: Getty Images

Ingressos para torneio entre seleções em Natal começam a ser vendidos no dia 16

Informação foi confirmada em coletiva nesta terça (Foto: Heilysmar Lima)

No mês de dezembro, Natal vai receber o Torneio Internacional de futebol feminino. A competição será disputada na Arena das Dunas, entre os dias 9 e 20. Os ingressos estarão disponíveis a preços atrativos, a partir de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) e poderão ser compradas através do site www.arenadunas.com.br a partir do dia 16 de novembro de 2015.

Como em todos os outros anos, as partidas acontecem às quartas-feiras e domingos, em rodadas duplas. A fórmula da disputa é simples: nos dias 09, 13 e 16, haverá confronto direto em turno único, todos contra todos.

As duas seleções melhores classificadas disputam a grande final no domingo, dia 20. Antes da final, haverá ainda o jogo de disputa pelo terceiro lugar, totalizando oito jogos na competição.

A expectativa é de muita emoção, muitos gols e, claro, uma oportunidade de curtir o futebol como um programa familiar, com as arquibancadas sempre lotadas com mulheres, crianças e famílias inteiras.

Com a aproximação dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, a competição tem um atrativo a mais, já que servirá para a nossa Seleção treinar e medir forças com grandes equipes, já de olho na medalha de ouro das Olimpíadas.

Histórico
O Torneio Internacional de Futebol Feminino começou em 2009, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Desde sua primeira edição, se caracterizou por levar grandes públicos aos estádios nos jogos do Brasil e por alcançar médias expressivas na audiência, comprovando o potencial da modalidade no país.

Em 2013, já em sua quinta edição, a competição foi realizada em Brasília, no novo Mané Garrincha, onde permaneceu até o ano passado. O Brasil busca o sexto título. A equipe canarinha só não conquistou o título em 2010.

Fonte Portal no Ar Foto: Heilysmar Lima

Brasil pega Argentina sem Messi pela 1ª vez. E isso não assusta os “hermanos”

Resultado de imagem para fotos de brasil x argentina

Após quatro jogos sem sua principal estrela, a seleção brasileira terá o retorno de Neymar para o jogo contra a Argentina, na quinta-feira dia 12, em Buenos Aires, pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018. Do outro lado, no entanto, a grande atração dos adversários não estará em campo. Pela primeira vez na história, Lionel Messi desfalcará os "hermanos" em um jogo oficial contra o Brasil.

A partida no estádio Monumental de Nuñez representará um cenário inédito nesta "era Messi". Desde que estreou com a camisa de seu país, em 17 de agosto de 2005, o craque do Barcelona havia jogado todos os sete jogos contra os brasileiros. Ele ficou de fora apenas nos amistosos do Superclássico das Américas, pois não poderia ser convocado – o jogo era apenas para atletas que atuavam o Brasil e na Argentina.

O desfalque de Messi por conta do rompimento do ligamento do joelho esquerdo, no entanto, não chega a assustar os argentinos. A presença do craque em campo nunca significou grandes resultados contra o Brasil. Em sete partidas, foram apenas duas vitórias, um empate e quatro derrotas para o maior rival da América do Sul.

Mesmo com os tropeços diante de Equador (0 x 2) e Paraguai (0 x 0) nas primeiras rodadas das Eliminatórias, o treinador Gerardo "Tata" Martino evita colocar qualquer peso na ausência de seu principal jogador.

Fonte Jornal O Mossoroense

Baraúnas agenda para 10 de dezembro apresentação dos seus jogadores

Cícero Ramalho trabalha como "olheiro" no peneirão.

A temporada 2016 para o futebol de Mossoró já tem seu próximo passo definido para ser dado. O Baraúnas agendou para o dia 10 de dezembro o início da preparação do time que irá disputar o Campeonato Estadual, que tem a primeira rodada marcada para 24 de janeiro. Nesse dia o tricolor começa o trabalho de campo, após a recepção dos jogadores e exames médicos.

Antes, porém, com prazo marcado entre a noite de ontem e o dia de hoje, a diretoria pretende oficializar o nome do treinador que já vem sendo negociado. As informações do início da semana falavam em Gilvan Sales e Wassil Mendes, os dois já com passagem pelo “Leão do Oeste” e que gozam de um bom relacionamento com a diretoria e a própria torcida.

Wassil Mendes inclusive vem com uma bagagem positiva de haver dirigido o time em suas principais conquistas estaduais. Também foi sob seu comando que o Baraúnas realizou a memorável campanha na Copa do Brasil, quando era o seu presidente, João Dehon.

Tricolor segue com peneirão por cidades da região Oeste
Paralelamente ao trabalho de busca de atletas mais experientes, a diretoria do Baraúnas resolveu investir na juventude. O clube vem realizando uma série de "peneirões" por cidades da região Oeste na busca de jovens com talento para o futebol. Na última semana foi à cidade de Areia Branca e no próximo domingo irá a Campo Grande.

A meta até o final do trabalho é observar um total de 800 jovens com idade limite de 20 anos, sendo que, a cada peneirão um grupo será escolhido, os quais ainda irão passar por uma avaliação final. De acordo com o cronograma, aqueles que forem selecionados agora terão que passar por um novo "peneirão" na Toca do Leão, quando serão definidos quem será integrado ao elenco principal do Baraúnas.

Na missão de "olheiro", ou seja, pessoa responsável pela avaliação técnica, foram escolhidos os ex-jogadores Cícero Ramalho e Agnaldo Fidelis, ambos inclusive com experiência internacional quando atletas.

O trabalho também segue uma determinação do regulamento do Campeonato Potiguar de 2016 que obriga os clubes a terem em seus elencos cinco jogadores com idade máxima de 22 anos.

Fonte O Mossoroense

Potiguar anuncia Bira Lopes como técnico para o Estadual

bira-lopes

A contratação do técnico Bira Lopes para o Campeonato Estadual de 2016 foi anunciada pela diretoria do Potiguar através da página oficial do clube na internet na tarde desta terça-feira, 10. Lopes tem 42 anos e é natural de Fortaleza e chega para comandar o alvirrubro mossoroense pela primeira vez na carreira.

Ao site do Time Macho, o presidente da equipe, Benjamim Machado, informou que Bira foi escolhido após a diretoria ter estudado alguns nomes para a temporada e que a chegada do técnico está prevista para esta sexta-feira, 13.

“Nós acertamos com Bira Lopes para o estadual, depois de estudarmos vários nomes. Estou organizando para ele vir na sexta-feira, para fazermos a primeira reunião com a comissão técnica, que vai ser toda local. Nós vamos manter contatos com alguns nomes que ele vai sugerir e outros que estamos já em contato. Nós queremos anunciar os primeiros jogadores no fim dessa semana ainda”, disse o mandatário alvirrubro ao site do clube.

Bira Lopes já teve passagens por Imperatriz-MA, Moto club-MA, Guarany de Sobral-CE, Ferroviário/CE e Corinthians de Caicó-RN, lá acabou conquistando o primeiro turno do campeonato estadual de 2010. Seu último clube foi o Nacional de Pombal/PB da segunda divisão do futebol paraibano.

A estreia do Potiguar no Estadual está marcada para o dia 24 de janeiro diante do Santa Cruz em Mossoró.

Por Blog Edinaldo Moreno

Ídolos do passado comandarão divisões de base do América

(Foto: Wellington Rocha/Portal No Ar)

O presidente Beto Santos demonstra interesse em fortalecer as categorias de base do América. O mandatário começou a montar a equipe técnica que comandará as categorias de base do clube potiguar. Nomes que fizeram história no passado como Carlos Mota, Gito e Baíca engrossarão a comissão técnica que já conta com Severinho, Severo Júnior e Mirabor.

“Como torcedor que sou, é um sonho trabalhar aqui (América). Como jogador sei que dei glórias ao Mecão, agora quero poder passar meus conhecimentos para a garotada da base e dar alegrias descobrindo talentos” afirmou Baíca, o maior artilheiro do Clássico-Rei potiguar.

Autor do primeiro rubro na Séria A de 1997, o ex-zagueiro Carlos Mota vem de bons trabalhos frente às categorias de base do Riachuelo, Globo e Santa Cruz, este último vice-campeão estadual sub-19. Agora no América, Mota espera poder fazer um bom trabalho em parceria com o novo treinador do profissional, Aluísio Moraes.

“O projeto do presidente Beto Santos de juntar os trabalhos da base com o profissional é fundamental. Não basta, apenas, trabalhar os garotos entre eles de forma isolada, eles tem que ter a vivência do futebol profissional. É nesta linha que vamos trabalhar”, afirmou Carlos Mota.

Beto Santos se reunirá com toda a comissão na próxima semana para definir a função de cada um deles.

Fonte Portal no Ar Foto: Wellington Rocha

Empate na Fonte Nova complica Bahia e decreta o rebaixamento do ABC

Bahia x ABC Série B (Foto: Estadão Conteúdo)

Frustração é apenas umas das palavras que podem ser usadas para definir o sentimento de Bahia e ABC após o empate em 2 a 2, na Arena Fonte Nova. Basta olhar a tabela e executar contas simples para entender o motivo. O resultado da partida, disputada na noite desta terça-feira, deixa o Tricolor ainda mais longe do acesso e rebaixa o Mais Querido para a terceira divisão do futebol nacional. Uma noite melancólica, para ser esquecida por baianos e potiguares. 

A três rodadas do fim da Série B, o Bahia é o sétimo colocado e está distante três pontos do quarto colocado, o Santa Cruz. Vencer na próxima rodada, contudo, não é o suficiente para voltar ao G-4, já que o Tricolor baiano tem número de triunfos inferior ao dos pernambucanos. O ABC, que ocupa a 18ª posição, tem 29 pontos, 11 a menos do que o Ceará, primeira equipe fora da zona do rebaixamento. Restam apenas nove pontos em disputa. 

O ABC volta a campo na sexta-feira. A equipe encara o Mogi Mirim, às 21h (horário de Brasília), no Frasqueirão. Depois de dois jogos em casa, o Bahia sai para encarar o Boa Esporte no sábado, às 17h30, no Municipal de Varginha.

Por Rafael Santana Salvador Foto: Estadão Conteúdo