terça-feira, 3 de maio de 2016

Brasil atende reivindicações para adequar estrutura dos Jogos Olímpicos do Rio

Brasil atende reivindicações para adequar estrutura dos Jogos Olímpicos do Rio

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, apresentou em Lausanne, na Suíça, durante a cerimônia da chegada da tocha olímpica ao COI e à ONU, reivindicações das federações internacionais de esportes ao presidente do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman.

Um dos pedidos se refere à pintura das quadras de tênis. A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) avaliou que o tom azul aprovado pela entidade não ficou satisfatório e solicitou que o local seja repintado. O Rio deve atender a esse pedido.

Já a reivindicação de equipar o estádio Aquático com ar condicionado, pedido das federações que usarão o complexo, está praticamente descartada.

MISSÃO
Para acompanhar a conclusão das obras e tentar garantir que estejam concluídas, o COI antecipou para a semana que vem o desembarque no Rio. A última vez que isso aconteceu foi em 2004, em Atenas, na Grécia. A medida não foi necessária na China em 2008, nem em Londres, em 2012. “Viajamos um dia antes dos Jogos” comentou outro assessor de Bach.

Christophe Dubi, diretor do COI, deve permanecer três semanas por mês no Rio até agosto. Ao ser perguntado sobre qual seria sua prioridade, resumiu: “Tudo”. Para Nuzman, “não temos um segundo a perder”, mas insistiu que o evento vai ficar dentro do orçamento.

Por Estadão Conteúdo