quinta-feira, 6 de abril de 2017

América-RN faz contas para ir à final do returno, mas missão é complicada

América-RN - Marcos Júnior (Foto: Canindé Pereira / América FC)

A primeira vitória do América-RN no segundo turno do Campeonato Potiguar acendeu um fio de esperança naqueles que gostam de matemática. Apesar de estar na sexta posição, com apenas cinco pontos, o time rubro alimenta a esperança de chegar à final. Para isso, precisa vencer os dois compromissos restantes e torcer por uma combinação bem difícil. O próximo desafio é contra o Baraúnas, no domingo, na Arena das Dunas. Depois, encara fora de casa o Assu, que também briga pela classificação.

Suspenso contra o Baru, o meia Marcos Júnior reconhece a dificuldade de ir à decisão, mas destaca que a postura do América-RN deve ser a mesma do segundo tempo contra o Alecrim, quando conquistou a virada.

- É difícil, mas primeiramente dependemos de nós. Temos que entrar para ganhar igual fizemos no segundo tempo contra o Alecrim. Lógico que vamos torcer para que os resultados nos favoreçam, mas primeiro precisamos fazer o nosso. Começamos mal e precisamos dar a volta por cima, independente de qualquer coisa. Estamos unidos e vamos sair dessa por nós, pelo clube e pela torcida - afirmou Marcos Júnior.

Além de vencer os dois jogos, o América precisa torcer por tropeços de Assu, Globo FC, Potiguar de Mossoró e até mesmo do Santa Cruz de Natal. Na próxima rodada, Globo e Assu se enfrentam em Ceará-Mirim e o resultado ideal para o Alvirrubro é um empate - se o Assu vencer, acabam as chances rubras. Na última rodada, o Globo também não pode vencer o Baraúnas em Mossoró.

O Potiguar de Mossoró, quatro colocado com também oito pontos, enfrenta o líder ABC em casa, no sábado, e o Santa Cruz de Natal, na Arena das Dunas, e não pode conquistar mais que três pontos. Se vencer um dos jogos, chega a 11 pontos, pontuação máxima a ser atingida pelo América - pesaria, neste caso, o saldo de gols.

Em relação ao Santa Cruz de Natal, o caçula da competição tem o mesmo número de pontos do Mecão, mas hoje tem a vantagem no saldo de gols. Se todos os resultados anteriores favorecem o América-RN, o Santa Cruz de Natal também é favorecido. Caso o Ttricolor vença os dois jogos restantes, contra Alecrim e Potiguar de Mossoró, e consiga permanecer à frente no saldo de gols, ele é quem vai para a final.

Clima melhor
Os bastidores do América ferveram nos últimos dias com a renúncia do presidente Beto Santos. Por este motivo também, a vitória sobre o Alecrim, na segunda-feira, trouxe mais tranquilidade para o grupo e a comissão técnica. É o que confirma o meia Geovani, que espera um apoio maior dos torcedores nas últimas rodadas. 

- O clima deu uma melhorada. Nós estávamos precisando dessa primeira vitória no segundo turno, que nos traz confiança e mais torcedores para o nosso lado para que possam nos apoiar mais ainda. Nós já podemos chegar mais felizes e agora tem essa semana toda pra treinar, descansar, ver o que tem pra melhorar, o que erramos no jogo (contra o Alecrim) e ir com força total no domingo, já que jogamos em casa - disse.

Por GE Natal Foto: Canindé Pereira