quinta-feira, 27 de abril de 2017

Cascata se apresenta ao América-RN e retoma parceria com Leandro Campos

Leandro Campos técnico América-RN Cascata (Foto: Canindé Pereira/Divulgação)

O treino do América-RN nesta quarta-feira 26, estava perto do fim, quando o meia Cascata chegou ao CT Abílio Medeiros para cravar o retorno ao clube e reencontrar velhos conhecidos. Dentre tantas pausas para conversar com funcionários, torcedores e dirigentes do clube, um abraço especial marcou a volta ao Mecão: o reencontro com o técnico Leandro Campos. Os dois trabalharam juntos há seis anos, quando formaram uma parceria vitoriosa no rival ABC, onde foram campeões brasileiros da Série C do Campeonato Brasileiro, em 2010, além do bicampeonato estadual em 2010 e 2011. Agora, esperam repetir o sucesso "do outro lado das trincheiras". O jogador começa a trabalhar com a camisa americana a partir desta quinta-feira.

- Leandro Campos é um cara o qual eu aprendi muito. Eu costumo dizer que eu tenho três fases: o meu início, depois jogar com o Souza (ex-jogador do América-RN), onde aprendi bastante, e com Leandro Campos. Foi um cara que mostrou para mim que o futebol estava evoluindo e que para eu me tornar um jogador de nível nacional eu precisaria jogar mais com a equipe, em vez de fazer aquilo que eu achava que era correto. Isso aconteceu e conquistados títulos juntos. Espero fazer o mesmo aqui no América-RN para conquistar títulos coletivos e individuais - declarou o jogador sobre o encontro com o ex-treinador.

Antes de reencontrar com Leandro Campos, o jogador caminhou pelo gramado onde a equipe treinava e foi em direção ao executivo de futebol, Carlos Moura Dourado, para ter a conversa de boas-vindas. No meio do caminho, encontrou o volante Somália e o abraçou para relembrar os tempos do Mecão em 2009, quando atuaram juntos pela Série B. Depois, afirmou à imprensa: "Aqui eu me e sinto muito bem".

- O que me motivou a vir para cá é a grandeza do América-RN. Independente da divisão que o time esteja, não vai diminuir nada a sua grandeza. Eu gostaria de jogar em um time grande no segundo semestre e estou tendo a oportunidade de voltar a um lugar onde eu me sinto muito bem e me sinto em casa. Espero corresponder a confiança - enfatizou o meia.

A visão do técnico sobre o reencontro
Leandro Campos também falou sobre o retorno de Cascata ao América-RN. O técnico ressaltou o esforço dos dirigentes do clube para trazê-lo de volta e a relação extracampo que possui com o jogador. Para o comandante, o retorno do experiente jogador é bom para todos: para ele, que conhece o atleta; o atleta, por ser ídolo do clube; e para a equipe, que ganha qualidade e experiência em campo.

- Cascata veio para cá, principalmente, pela própria vontade porque esteve no América-RN três vezes, é querido pelo torcedor e pelo clube. Isso foi uma forma de cativá-lo a vir trabalhar conosco. Dentro do campo, nós vamos cobrar muito dele. Vocês vão ver eu cobrando muito do Cascata para que ele execute as funções que eu quero. Fora do campo eu tenho uma relação muito boa com ele, assim como outros atletas, e esse respeito é que faz que a gente crie laços de aproximação com o atleta profissional. Nós precisamos de representatividade, de jogadores experientes. É lógico que o Cascata não é mais aquele menino, aquele jogador que trabalhou comigo há cinco ou seis anos, nós temos que ter esse entendimento. Mas, uma Série D e que precisa ter um equilíbrio entre jogadores de força e de velocidade, mas também precisamos de jogadores com uma maturidade e o Cascata vem fazer uma função para nós muito importante, além do desenvolvimento que nós queremos que ele apresente nas nossas intenções táticas. Fizemos o esforço para procurar o enquadramento do Cascata dentro do nossa trabalho e eu tenho certeza absoluta que o atleta vai nos dar um retorno muito bom - disse o técnico Leandro Campos.

Por GE Natal Foto: Canindé Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário