sábado, 15 de julho de 2017

América-RN quer classificação no tempo normal, mas admite pênaltis

Leandro Campos observou cobranças de pênaltis dos atletas na Arena das Dunas (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)

Com o empate por 0 a 0 na partida de ida entre América-RN e Aparecidense, no Estádio Aníbal de Toledo, existe a possibilidade da vaga para a terceira fase da Série D ser decidida nos pênaltis em caso de um resultado idêntico na Arena das Dunas, neste sábado. Apesar de querer resolver o confronto no tempo normal, o técnico Leandro Campos treinou penalidades nesta semana para não correr riscos.

- As penalidades são só na condição de um empate em 0 a 0. Diante dessa circunstância, é lógico que nós temos que nos preparar. Ninguém quer, mas nós temos que estar prontos caso seja necessário. Então é uma questão de procurarmos adaptar os atletas. São mais ou menos 10 atletas que estão trabalhando as penalidades. Vamos nos precaver, mas vamos tentar de todas as formas buscar o resultado no tempo normal - destacou o treinador.

Os 10 jogadores que cobraram os pênaltis no último treinamento na Arena das Dunas antes do duelo foram: Cascata, Tadeu, Jonathas, Kiros, Uederson, Guto, Beleu, Marcos Júnior, Sidney e Geovani. O aproveitamento foi positivo.

Mas, antes de pensar num possível embate por pênaltis, Campos tentou definir as estratégias para o confronto. Ele explicou que manterá a base da equipe e o modelo de jogo, mas irá esperar o comportamento em campo para fazer uma alteração, caso seja necessária. Segundo ele, o gramado da Arena das Dunas favorece o desenvolvimento do futebol das duas equipes.

- Nós temos que primeiro ver o desenvolvimento técnico e tático dos nossos jogadores porque muitas vezes o atleta não tem uma boa desenvoltura, não está solto, não está cumprindo as funções que são necessárias para que o conjunto tenha estabilidade. Mas é lógico que todos os atletas estão preparados. Todos querem ter uma performance boa, mas o jogo é que vai determinar. Mesmo porque o adversário vai nos dificultar ao máximo quanto às nossas ações tanto ofensivas quanto defensivas, e principalmente no que se concerne à dinâmica de jogo, porque nós vamos jogar num campo com boas condições, onde se pode trabalhar bem a bola. E isso acredito que nos favoreça até certo ponto. Também vai favorecer o adversário que tem boa capacidade técnica. Então é um jogo de detalhes, onde temos que ter atenção defensiva e ambição ofensiva para que nós não percamos a possibilidade de definirmos o nosso destino no tempo normal - avaliou.

O técnico alertou ainda sua equipe para a postura do adversário dentro da Arena das Dunas, já que qualquer empate com gols em Natal classifica a Aparecidense para a próxima fase.

- É muito importante que nós entendamos rapidamente qual é a proposta de jogo do adversário para que nós também, dentro de uma organização de jogo, não tenhamos tantos problemas em relação à adaptação: se o adversário vai jogar nos contra-ataques, se vai adiantar a marcação. Então precisamos nos enquadrar rapidamente à forma de jogo - avisou.

A única dúvida do treinador do América-RN para a partida é o lateral-esquerdo Danilo, que lesionou o tornozelo esquerdo no treino de quarta-feira. O jogador será reavaliado no dia do confronto pelo departamento médico. Caso não jogue, o meia Beleu deve ser o substituto.

O América deve ir a campo com Fred; Marcos Júnior, Dão, Paulão e Danilo (Beleu); Robson, Jonathas, Guto e Cascata; Uederson e Tadeu.

Por GE RN Foto: Diego Simonetti