quinta-feira, 27 de julho de 2017

América-RN tem mudanças, mas Leandro Campos aprova estrutura

Danilo treinou normalmente e vai para o jogo; Jean Silva usa proteção na mão esquerda (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)

O América-RN está pronto para encarar o Ceilândia no jogo da volta pelas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O técnico Leandro Campos comandou um treino coletivo na Arena das Dunas, na tarde desta quarta-feira, e contou com a presença do lateral-esquerdo Danilo (foto). Por outro lado, ele não pôde contar com os volantes Guto e Robson, vetados pelo departamento médico.

Guto sofreu um estiramento na coxa ainda no primeiro tempo do jogo de ida, e Robson ainda não foi liberado após cirurgia na mão. A outra baixa é o atacante Uederson, suspenso.

No coletivo, Sidney foi mantido como titular na contenção, e Guilherme entrou na lateral direita. Com isso, Marcos Júnior voltou a atuar no meio-campo, fazendo o papel de Guto. Jean Silva, que utiliza uma proteção na mão esquerda após sofrer lesão na comemoração no jogo do último sábado, está confirmado na vaga de Uederson.

- São circunstâncias do futebol (as lesões). Nós temos que estar sempre preparados e preparar todos os atletas de forma igual para que, quando houver necessidade, esse atleta realmente corresponda às nossas expectativas. Eu, particularmente, não tenho nenhum problema em relação ao atleta que está entrando. É lógico que, se pudéssemos contar com todos os atletas, seria muito melhor. Principalmente a ausência do Robson, além do Uederson, que são jogadores importantes e têm demonstrado isso no decorrer da competição. Mas eu tenho plenas convicções que essa estrutura que nós montamos através desse coletivo, com a inclusão do Sidney, que fez um bom jogo contra o Ceilândia, e a própria entrada do Guilherme, que vem correspondendo nos jogos em que tem sido utilizado, assim como a inclusão do Marcos Júnior fazendo essa função por dentro.

O Mecão treinou e vai jogar com Fred, Guilherme, Dão, Paulão, Danilo; Sidney, Jonathas, Marcos Júnior e Cascata; Jean Silva e Tadeu. Com esta formação, Leandro Campos acredita que a equipe fique até mais leve.

- Eu não tenho nenhum tipo de preocupação no aspecto tático, no aspecto de desenvolvimento individual destes atletas e penso que a equipe pode até ter alguns desequilíbrios pequenos, momentâneos em relação a uma marcação um pouco mais forte. Mas, em compensação, acredito que a equipe seja mais leve, mais dinâmica, para que nós também pensemos em buscar o gol adversário - completou.

Por GE RN Foto: Diego Simonetti