terça-feira, 14 de novembro de 2017

Mossoró EC deve perder seis pontos por uso irregular de goleiro

Kleber foi escalado de forma irregular pelo Mossoró EC (Foto: Marcelo Diaz/Mossoró EC)

O goleiro reserva do Mossoró EC, Kleber Emanoel Bezerra da Silva, de 19 anos, foi escalado de maneira irregular na vitória por 2 a 0 diante do Força e Luz, em jogo pela terceira rodada da segunda divisão do Campeonato Potiguar. A denúncia foi feita pelo presidente do Força e Luz, Ranilson Cristino, à Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), e confirmada em apuração do Globo Esporte. Com isso, após o julgamento do caso, o time do Oeste potiguar deve ser punido com a perda de seis pontos, como determina o regulamento.

A partida aconteceu no dia 5 de novembro (domingo) e Kleber precisaria ter seu nome publicado no Boletim Diário Informativo (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até o último dia útil anterior à partida - no caso, dia 3, sexta-feira -, o que não aconteceu.

Como a denúncia do Força e Luz indica, o arqueiro só foi inscrito no dia 6 de novembro, um dia após o confronto, o que expõe que ele foi relacionado de maneira irregular para o duelo. A confirmação da irregularidade do atleta foi feita pelo presidente da FNF, José Vanildo.

- Foi identificado que no jogo entre Mossoró e Força e Luz foi utilizado um atleta que não constava no BID. Efetivamente observou-se esse detalhe. Nós encaminhamos à assessoria jurídica para emitir o parecer. E o dispositivo prevê que, na hipótese da penalidade, que vai ser decidido hoje (segunda-feira), a perda dos pontos do jogo, em que o Mossoró foi vitorioso, acrescido em mais três pontos. E em seguida nós submetemos esse ato ao Tribunal de Justiça Desportiva para outras providências - explicou em contato com o Globo Esporte.

O Força e Luz, que saiu derrotado do duelo diante do Mossoró EC e foi o autor da denúncia, também já mostra otimismo com o processo.

- Olhando os BIDs dos dias anteriores, como estabelece o campeonato, verificamos que o Mossoró EC utilizou o goleiro reserva sem a devida condição legal e contrariando o que estabelece no regulamento do campeonato. Nós não temos dúvidas (que a denúncia vai ser aceita), porque com esse procedimento clubes da Série A, B, C e D já perderam vários pontos nessas condições. Então, nós não temos dúvidas que o presidente da FNF vai baixar o ato e, consequentemente, o time irá deixar de somar os três pontos ganhos, além de perder mais três - destacou o presidente do clube, Ranilson Cristino.

O artigo 5º do regulamento da segunda divisão indica que os times precisam dos "atletas regularmente inscritos até o último dia útil anterior à data de realização da partida, cujos nomes constem no BID/CBF".

Diante das denúncias e da iminente perda de pontos, o Mossoró EC se pronunciou. O time alega que não foi notificado pela FNF e diz que irá se defender das acusações. Apesar disso, não nega que a publicação do atleta no BID tenha sido feita com atraso.

Confira a nota enviada pelo time mossoroense:
"Tendo em vista as notícias publicadas pela imprensa a respeito da escalação do nosso atleta Kleber no jogo contra o Força e Luz, o Mossoró Esporte Clube reitera que ainda não foi notificado de forma oficial pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) sobre o caso. Caso o Mossoró venha a ser instado a apresentar sua defesa, assim o fará, de forma embasada, clara e totalmente transparente".

Por GE Natal Foto: Marcelo Diaz/Mossoró EC