terça-feira, 2 de maio de 2017

Vem aí o 1º Workshop de Musculação e Nutrição de Jardim do Seridó-RN!

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto


Nos dias 25 e 26 de agosto de 2017, a cidade de Jardim do Seridó-RN, estará recebendo o 1º Workshop de Musculação e Nutrição do seridó. O evento acontece no Auditório Mestre Galinho que fica localizado no centro da cidade e terá início na sexta feira a partir das 19h00, e se estenderá até as 22h00, com a palestrante Drª Ingrid Medeiros Especialista em Nutrição Esportiva.

No sábado será a vez do renomado professor, Mestre e Doutorando Cauê La Scala Teixeira, profissional em Educação Física, Especialista em Fisiologia do Exercício e em Treinamento de Força, Mestre em Ciências, Treinador e Palestrante. O evento é destinado aos profissionais em educação Física, Nutrição, estudantes, simpatizantes com a área e públicos em geral. 

Mas atenção! O último dia de inscrição no 1º Lote foi dia 30 de abril, a partir do dia 1º de maio foram abertas as inscrições para o 2º Lote.

O 1º Workshop de Musculação e Nutrição de Jardim do Seridó, será realizado no Auditório Mestre Galinho que possui uma estrutura excelente. 

Tema da palestra de sexta a noite:
Alimentação e Suplementação para Hipertrofia e Emagrecimento; Abordando Mitos e Verdades.

Tema da palestra do sábado:
Manhã (teoria)
- Manipulação das variáveis de treinamento para força e hipertrofia: abordagem time-efficient
- Estresse vs. adaptação: sobrecarga tensional e sobrecarga metabólica
- O que a ciência mostra de mais atual sobre exercícios, séries, repetições, carga, velocidade de execução, intervalos e frequência semanal?
- Diferenciais no treinamento: privação visual e concentração

Tarde (prática)
- Clínica prática dos métodos avançados de treinamento: rest-pausa, negativo, oclusão vascular, drop-set, SST, FST-7 e outros.

Maiores informações pelo Whatsapp: (84) 9-9100-5659 falar com o professor Jeferson Maurício ou (84) 9-9989-7312 falar com Jarbas Fonsêca.

Realização Academia Physicus na busca pelo seu bem estar.

ABC segura o Globo FC e conquista o 54º título do Campeonato Potiguar

ABC campeão potiguar 2017 (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)

O ABC superou o Globo FC na tarde/noite desta segunda-feira dia 1º, data em que se comemora o Dia do Trabalhador, e com um empate sem gols no Estádio Frasqueirão, conquistou o 54º título do Campeonato Potiguar. Com a vantagem obtida no primeiro jogo, quando venceu por 1 a 0 no último sábado, o Mais Querido levantou o troféu e enlouqueceu a torcida do Frasqueira. É o primeiro campeão estadual desta temporada.

O clima entre ABC e Globo FC se mostrou tenso desde o início do jogo. Com muitas faltas e provocações das duas equipes, o árbitro Caio Max teve muito trabalho em campo e "distribuiu" sete cartões amarelos e dois vermelhos para o lateral-direito Ângelo, do Globo FC, e Echeverría, do ABC.

Por Globo Esporte RN Foto: Fabiano de Oliveira

Geninho comemora bicampeonato estadual com o ABC: "Título é título"

Geninho técnico do ABC (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)

O bicampeonato estadual do ABC tem à frente o comandante Geninho. Experiente, o técnico leva na bagagem títulos de expressão nacional como dos Campeonatos Brasileiros da Série A, pelo Atlético-PR, em 2001, e da Série B, com o Paraná, em 2000, mas continua comemorando com o mesmo fervor cada conquista na carreira. Na noite desta segunda-feira, não foi diferente. A conquista veio após o empate por 0 a 0 com o Globo FC, diante de 12 mil torcedores no Frasqueirão.

- Qualquer título, seja estadual ou nacional, ele tem a sua importância. Nós trabalhamos quatro meses para esse título, então eu fico satisfeito por esse título, pelo que nós conseguimos fazer e como o time respondeu. Eu acho que o importante é que, ao final, nós podemos comemorar. (Esse título) Tem a mesma importância de todos, eu fico emocionado da mesma maneira porque titulo é titulo - festejou Geninho.

A campanha construída por Geninho em 2017 difere do seu primeiro ano no clube, em 2016. Na chegada ao Mais Querido, o técnico assumiu a equipe no início do segundo turno do estadual e precisou reerguer os ânimos dos atletas, porque a campanha do time no primeiro turno havia sido péssima, onde terminou em sexto lugar. Desta vez, Geninho traçou a estratégia da equipe desde o início do certame e foi avassalador e terminou com 46 pontos na classificação geral, 19 a mais que o Globo, vice-campeão. O único lamento do treinador é não ter conquistado o primeiro turno, quando perdeu para o adversário por 2 a 0 no segundo jogo. 

- O que foi diferente (de 2016) foi a maneira como aconteceu. Eu peguei no ano passado um time que estava desacreditado, que precisava ser remontado, então foi um trabalho mais difícil. Esse ano nós tivemos uma decepção que foi perder para o próprio Globo no primeiro turno. Poderíamos ter evitado essa final. Foram situações diferentes, mas a alegria de ser campeão é a mesma - completou.

Estava escrito
Antes mesmo da decisão desta segunda-feira, Geninho já havia manifestado, na coletiva de sexta-feira, com toda sua experiência, o quanto significa um título.

- Eu acho que todo título tem uma significação muito grande. Acaba sendo o objetivo final do trabalho. Às vezes, a gente fica satisfeito com uma boa participação, mas o título coroa teu trabalho. A boa campanha te deixa satisfeito, mas deixa o gosto de quero mais. O título não. O título é sempre bom para o clube, para os jogadores, para o técnico... Traz coisas boas em todos os segmentos. Toda vez que tenho oportunidade eu busco ser campeão e trabalho muito para isso porque não é toda hora que isso surge na sua vida - frisou Geninho.

Fonte GE RN Foto: Fabiano de Oliveira

Herói do ABC, Echeverría celebra gol do bi estadual e a campanha alvinegra

ABC campeão potiguar 2017 (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)

O meia Echeverría tornou-se "xodó" da torcida do ABC por conta dos gols e das comemorações irreverentes com a camisa alvinegra. No primeiro jogo da decisão do estadual deste ano, no Estádio Barretão, foi do pé esquerdo do jogador o gol da vitória por 1 a 0 do Mais Querido. Com a vantagem no confronto, o Alvinegro segurou o Globo FC no jogo da volta, no Frasqueirão, e garantiu o 54º título estadual.

Nesta segunda, o meia teve papel importante no empate com a Águia de Ceará-Mirim, ao criar boas oportunidades ofensivas, como também se envolver em uma confusão com o lateral-direito Ângelo, do Globo, que terminou com a expulsão dos dois pelo árbitro Caio Max Augusto Vieira. Mesmo com a expulsão, o meia comemorou o título com os jogadores, em especial o volante Márcio Passos, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, e ressaltou a campanha vitoriosa do Alvinegro na competição.

- Pessoalmente, é muito bom conseguir um bicampeonato com o ABC. Nem todo mundo consegue isso e, graças a Deus, eu vivi isso e estou muito feliz com tudo isso. Eu sou campeão de novo com o ABC e isso é o melhor que acontece na minha vida. A vitória não veio hoje (segunda-feira), mas o que fizemos no primeiro jogo foi suficiente. Fico mais feliz em poder ter feito o gol que nos deu essa conquista tão importante - contou Eche.

Com alguns dias de folga nesta semana, os jogadores do ABC vão aproveitar para descansar e curtir o título ao lado dos familiares e dos amigos. Eche ressalta que o objetivo foi cumprido com êxito e que agora o foco do Mais Querido passa a ser a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, contra o Paraná, no dia 13 de maio.

- O nosso foco era atingir esse objetivo, que era ser campeão e nós conseguimos. Agora, vamos ter uns dias de folga para descansar e voltar com foco total para a Série B - completou.

Por GE RN Foto: Augusto Gomes

Globo FC bate na trave mais uma vez e técnico parabeniza atletas após vice

ABC x Globo FC, no Estádio Frasqueirão - Luizinho Lopes (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)

O Globo FC mais uma vez ficou no "quase". O empate sem gols no Frasqueirão deu o título estadual ao ABC, o que deixou todos os jogadores bastante desolados. Muitos choraram. Mas a Águia de Ceará-Mirim sai de cena de cabeça erguida. O técnico Luizinho Lopes parabenizou o esforço dos seus atletas durante toda a competição. Para ele, a decisão desta segunda-feira teve superioridade do Tricolor, mas o adversário "nível Série B" dificultou a reversão do placar de 1 a 0 construído no Barrettão, no jogo de ida.

- Não estamos muito felizes porque não temos sentimento de pobreza, apesar de sermos um clube simples do interior, mas é preciso valorizar os atletas. Eu estou há um ano e dois meses no clube e eles têm uma disciplina fantástica comigo. Tenho que parabenizar esses guerreiros que foram protagonistas de um grande jogo - disse Luizinho Lopes.

O vice-campeonato é o segundo na história do Globo FC. Fundado em 2012, o time chegou à final de 2014, no primeiro ano de participação na elite, e perdeu para o América-RN. Apesar de sempre "ficar no quase", Luizinho ressalta que é preciso ter cautela com o clube de Ceará-Mirim. O técnico cita o exemplo da Chapecoense, que se reestruturou em 2003 e 10 anos depois chegou à Série A do Campeonato Brasileiro.

- Não pode achar a cada derrota que o Globo nunca vai chegar. Eu tive oportunidade de jogar na Chapecoense e quando eu estive lá o clube era pequeno. E eles só foram ser campeões e se tornaram o que são hoje 10 anos depois (de se reestruturar). Então, o Globo está no caminho certo, tem um trabalho ótimo lá. Nós temos um dia a dia muito bom, com garotos e um presidente que nos dá muito suporte - completou Luizinho. 

O Globo FC volta a campo no próximo dia 21, quando estreia na Série D do Campeonato Brasileiro. O adversário será o Parnahyba, fora de casa.

Por GE RN Foto: Fabiano de Oliveira

Nando conquista segunda artilharia pelo ABC e quebra tabu de 18 anos

ABC x Globo FC, no Estádio Frasqueirão - Nando taça campeão (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)

A noite desta segunda-feira foi de glória dupla para o atacante Nando, do ABC. Além do bicampeonato estadual conquistado com o Mais Querido, após um empate no Estádio Frasqueirão sem gols, Nando terminou a competição como artilheiro do Campeonato Potiguar pelo segundo ano consecutivo, desta vez com nove gols. O feito do camisa 9 não acontecia desde os anos de 1998 e 1999, quando o ex-atacante e ídolo alvinegro Sérgio Alves, balançou as redes nos estaduais.

Após o apito e consagrado campeão e artilheiro do estadual, Nando desabafou sobre o seu primeiro turno de 2017 no clube alvinegro. Isso porque, apesar de ter sido artilheiro, Nando caiu de produção em relação ao ano de 2016 e foi cobrado pela torcida em muitos jogos. Foram nove gols esse ano, contra 15 no estadual de 2016.

- Eu estou feliz demais por tudo que está acontecendo. Ainda mais com a torcida sempre me apoiando, apesar das vezes ser criticado, mas eles me criticaram na hora certa. Quando me criticam, eu me esforço para ir lá e no próximo jogo fazer mais gols. Eu estou feliz demais - comemorou o atacante alvinegro.

O empate sem gols no Frasqueirão não estragou a festa dos atletas. Nando revelou que esperava a postura ofensiva do Globo FC, que precisava ganhar a partida para reverter o placar de 1 a 0 construído no primeiro jogo da final, no último sábado, em Ceará-Mirim, e destacou a postura defensiva do Mais Querido para segurar o placar e o título.

- Era nítido que o Globo FC viria para cima da gente no primeiro tempo. Graças a Deus, a gente conseguiu se defender bem e segurar o placar do jogo passado. E, mais uma vez, eu fui artilheiro e campeão - completou o atacante.

Por GE Natal Foto: Fabiano de Oliveira