sexta-feira, 19 de maio de 2017

América-RN fará treino na Arena das Dunas e técnico pede atenção com Murici

Leandro Campos quer jogadores do América-RN concentrados para buscar vitória na estreia (Foto: Canindé Pereira/Divulgação)

Leandro Campos fará nesta sexta-feira 19, os últimos retoques do América-RN para o duelo contra o Murici, na estreia da Série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo. O treino será realizado na Arena das Dunas, palco do jogo, com início às 15h. Nesta quinta-feira, o treinador comandou uma atividade tática na Arena América, com muita cobrança e pediu mais concentração dos atletas no início do trabalho.

Os times no treinamento foram formados por 10 jogadores de cada lado. O titular foi composto por Fred; Robert, Cleyton, Paulão e Danilo; Robson, Jonathas, Marcos Júnior; Cascata e Jean Silva. Lucão, atacante de área presente no time inicial nos dois últimos amistosos, ficou no time reserva. Por causa da lesão do atacante Wellington Sabão e da saída de Bruno Furlan, Leandro Campos fica sem opção de reposição para usar da velocidade e afirmou que a equipe inicial deve ser a mesma que figurou nos coletivos desta semana.

O técnico rubro não quer vacilar para conquistar a vitória em casa e iniciar bem a trajetória em busca da classificação para a segunda fase. Apenas os primeiros lugares de cada chave e os 15 melhores (de 17 grupos) segundos colocados passam para o mata-mata.

Cuidado com o Murici
Para isso, o técnico estuda o Murici e espera dificuldade para o domingo. Apesar de desconhecida para a torcida americana, a equipe teve um bom desempenho no Alagoano e ficou em quarto lugar, atrás de CRB, CSA e ASA; e foi até a terceira fase da Copa do Brasil. Eliminou o Juventude na primeira fase por 3 a 1, e o América-MG na segunda, nos pênaltis. Caiu apenas no duelo contra o Cruzeiro.

- Eu conheço vários jogadores. Alguns trabalharam comigo, outros joguei contra. É importante ressaltar que a equipe do Murici foi a quarta colocada no Campeonato Alagoano e fez uma campanha muito boa na Copa do Brasil, indo até a terceira fase. Eles têm a base do estadual, atletas da região e outros reforços. Sabemos que é uma equipe com mais tempo de trabalho. É importante dizer que vai ser um jogo difícil, onde é preciso respeitar o adversário. Nós jogamos dentro de casa, mas é preciso 'fazer por onde' para ter um bom resultado - completou o técnico.

Fonte GE Natal Foto: Canindé Pereira