quinta-feira, 13 de julho de 2017

ABC tem 2ª pior defesa da Série B e toma gols há 10 jogos consecutivos

Cleiton retornou ao time na derrota para o Londrina; fase não é boa (Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube)

O técnico Geninho está preocupado com o setor defensivo do ABC. Na derrota por 3 a 1 para o Londrina, no Estádio do Café, pela 13ª rodada da Série B, o treinador utilizou pela primeira vez nesta temporada um esquema tático com três zagueiros, mas não funcionou e o time segue na zona de rebaixamento. Uma das explicações para o mau momento está na defesa: ao lado de Figueirense e Brasil de Pelotas, o time potiguar hoje tem a segunda pior defesa da competição, com 20 gols sofridos, atrás apenas do lanterna Náutico, que já teve o goleiro vazado 23 vezes.

O treinador explicou que a entrada de mais um defensor visava dar mais consistência defensiva ao time - jogou com Filipe, Oswaldo e Cleiton -, mas o encaixe na marcação proposta falhou durante o duelo com o Londrina.

- (A mudança) Também foi em relação à velocidade e à qualidade que nós sabíamos que o Londrina tinha, mas em fato do meu time que estava muito vulnerável. Se você ver, nos últimos jogos a gente tem tomado dois, três gols. Então era para tentar dar uma solidez defensiva maior, mas infelizmente nós deixamos os lados. Eu marquei bem pelo meio, mas não marquei bem pelos lados. Como o meio tinha que cobrir os lados, acabou ficando dois buracos, pelo lado e pelo meio. Realmente as coisas acabaram não acontecendo da maneira que a gente esperava que acontecesse - lamentou Geninho em entrevista à Rádio Paiquerê FM, de Londrina.

Corrigir o sistema de marcação tem sido a principal dificuldade do técnico Geninho nesta Série B. Na 19ª colocação na tabela, o ABC levou gol nas últimas 10 rodadas disputadas na competição. O time só conseguiu sair de campo sem ser vazado em duas oportunidades: no empate por 0 a 0 com o Paraná, na rodada de abertura, e na vitória por 1 a 0 sobre o Vila Nova, na terceira rodada, ambos os jogos no Frasqueirão. Nestas cinco derrotas consecutivas, o Alvinegro sofreu 10 gols.

Para o treinador, uma forma de corrigir essa postura é conseguir propor mais a partida. Por isso, ele busca jogadores no setor ofensivo que possam dominar mais os próximos duelos e, consequentemente, o time sofra menos riscos de ser vazado.

- A derrota mostra as tuas necessidades e algumas coisas boas. Eu acho que a estreia do Lucas (Coelho) foi boa dentro de um jogo complicado. É um jogador que eu acho que vai nos ajudar. Mas mostra uma carência muito grande que tem o time do ABC com jogador de velocidade pelo lado. A diretoria está tentando contratar, está correndo atrás de jogadores com essa característica para que a gente possa ter um 'pancho' maior ofensivo. Por que se você não tiver um 'pancho' maior ofensivo, você sempre vai levar pressão do adversário e, se de repente você toma um gol, as coisas sempre ficam mais difíceis - avaliou.

Por GE RN Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube