sexta-feira, 28 de julho de 2017

Com vantagem "perigosa", técnico do América-RN quer manter 100% em casa

Leandro Campos pede atenção dos jogadores do América-RN para conseguir passar de fase (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)

A vitória por 1 a 0 fora de casa, no jogo de ida, dá ao América-RN a condição do empate para se classificar no segundo confronto contra o Ceilândia, nesta sexta-feira, às 21h. Para muitos, porém, esta é uma vantagem "perigosa". Isto porque o time do Distrito Federal avança no tempo normal com qualquer triunfo, exceto o 1 a 0, que leva a decisão da vaga para os pênaltis. O técnico Leandro Campos, por outro lado, acredita no equilíbrio para consolidar o favoritismo e, quem sabe, manter os 100% de aproveitamento na Arena das Dunas - foram quatro vitórias em quatro jogos ao lado da torcida.

- Eu prefiro sempre ter essa vantagem perigosa. Nós não vamos entrar com esse pensamento do empate para que nós passemos de fase. Nosso pensamento é que tenhamos a condição de executar o nosso futebol que estamos acostumados a desenvolver aqui na Arena e, até pela performance que temos aqui na Arena, onde estamos com 100% de aproveitamento. Nós gostaríamos, e muito, de manter esse aproveitamento. Dentro do que vai se desenvolver o jogo, precisamos estar atentos e ter uma equipe bem equilibrada. Não é só atacar. Sabemos que teremos que defender e defender bem, pela capacidade da equipe adversária. O equilíbrio dentro do que nós queremos realizar no jogo vai ser fundamental - contou.

O curioso é que, na fase anterior, contra a Aparecidense, o América-RN ficou no 0 a 0 em Aparecida de Goiânia e não podia empatar com gols em Natal, o que também era considerado perigoso. Na oportunidade, o Mecão conseguiu a vitória para tranquilizar a todos, com gol de Tadeu. Leandro Campos reforçou que, diante do Ceilândia, é preciso ter paciência.

- A vitória (fora de casa) nos dá a condição de empatar por qualquer placar. Não podemos nos prender a isso, mas é uma condição que vamos procurar, dentro do respeito que nós temos pela equipe do Ceilândia, que é uma boa equipe. O torcedor que vai vir na sexta-feira, vai estar conosco. E vai ser um jogo de dificuldade. Nós temos que ter muita paciência, muita calma, porque não vai ser só atacar, temos que ter o equilíbrio de marcação também. Dentro do geral, esperamos ser competentes para poder passar de fase - completou.

Por GE RN Foto: Augusto Gomes