terça-feira, 25 de julho de 2017

Márcio Fernandes é forçado a mudar todos os setores do ABC para estreia

Márcio Fernandes conversa com o grupo de jogadores antes do treino no Frasqueirão (Foto: Andrei Torres/ABC)

O ABC terá nesta terça-feira 25, a estreia do técnico Márcio Fernandes, que substitui Geninho na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. No último sábado, o novo comandante observou de um camarote a derrota para o Criciúma, a oitava consecutiva da equipe. Voltou de Santa Catarina com o grupo e a bagagem veio cheia de notícias ruins. Para encarar o Brasil de Pelotas, o Alvinegro tem três peças diferentes em relação a sábado, mas soma oito baixas no total.

O lateral-esquerdo Marquinhos se lesionou contra o Criciúma e foi vetado pelo departamento médico. Os meias Zotti e Echeverría e o atacante Lucas Coelho receberam o cartão amarelo durante a partida e cumprem suspensão. O volante Felipe Guedes, que sentiu o adutor da coxa na sexta-feira, durante treino em Criciúma, nem jogou no sábado. Ele ficou fora da atividade desta segunda-feira e também não deve enfrentar o Brasil. Os outros desfalques são o lateral-esquerdo Eltinho, o atacante Nando e o zagueiro Oswaldo, que estão no DM desde a semana passada.

Após uma conversa no centro do gramado, Márcio Fernandes comandou um trabalho curto em campo reduzido com o que restou do grupo. Ele formou o time titular inicialmente com o volante Márcio Passos improvisado na lateral esquerda, já que não terá nenhum jogador de ofício para o confronto. Passos havia sido titular no sábado devido à ausência de Guedes, que agora será substituído por Jardel. Outra novidade foi a presença do atacante Túlio Renan. O ABC treinou com Edson; Bocão, Filipe, Cleiton e Márcio Passos; Jardel, Anderson Pedra, Túlio Renan e Gegê; Dalberto e Daniel Cruz.

Márcio Fernandes ainda testou Levy na lateral esquerda, com a entrada Erivélton no meio-campo, e Passos retornando à posição de origem no lugar de Jardel. Assim, a equipe ficou com Edson, Bocão, Filipe, Cleiton e Levy; Anderson Pedra, Márcio Passos, Gegê e Erivélton; Dalberto e Daniel Cruz.

Fonte GE RN Foto: Andrei Torres