quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Luizinho Lopes usa "imprevisibilidade" do futebol para motivar Globo FC

Luizinho Lopes ainda acredita:

Com a derrota por 5 a 0 para o Operário-PR em casa, o Globo FC viu o título inédito da Série D se tornar um sonho distante. O técnico Luizinho Lopes só não joga a toalha completamente por um motivo: o futebol é imprevisível. Mesmo ciente de que uma virada é improvável, ele mantém um fio remoto de esperança, apesar de não se agarrar por completo nele.

- No futebol tudo pode acontecer. Cada jogo é uma história. Nós nunca tínhamos jogado tão mal e enfim. Tudo pode acontecer no futebol. Também não vou dizer aqui que não pode acontecer. Futebol você vê de tudo. Nós vamos lá para trabalhar, tentar fazer um bom jogo, tentar ganhar a partida e aí vamos ver o que vai se passar. Mas o que mais vamos passar pros nossos atletas é honra - explica o treinador.

Mesmo com o discurso de "acreditar até o fim", Luizinho Lopes já dá a entender que o resultado é pouco provável de ser revertido. Mesmo assim, o técnico destaca o caminho trilhado pelo Globo FC até a final. Sem a "intenção" de uma virada no placar no jogo da volta, a ideia do treinador é organizar a equipe para tentar terminar a competição com dignidade.

- Nós vamos trabalhar e tentar fazer um jogo lá com dignidade. Eu não vou estar aqui iludindo ninguém, dizendo que nós vamos reverter esse placar, não é bem assim. Nós vamos jogar com honra. O que nós implantamos aqui foi respeito ao adversário. Nós conseguimos chegar aqui com muita humildade. Agora ter honra de jogar lá e tentar administrar o jogo pra que não aconteça um placar tão adverso quanto o que aconteceu aqui - destacou.

O segundo jogo da decisão é no domingo, às 19h, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Por GE Natal Foto: Rhuan Carlos